Especial | Salão do Móvel em Milão 2011 – PARTE 2

Quem leu nossa matéria especial sobre o Salão Internacional do Móvel já sabe que foi uma semana prolífica e cheia de novidades incríveis! Tanto que precisamos dividir em vários posts. Leiam agora a Parte 2 do Especial sobre o evento que abalou o mundo do design.

A irreverência marcou presença em muitos dos produtos lançados em Milão, entre eles, o vaso cerâmico Wig, idealizado pela portuguesa Tania da Cruz. A proposta é que as pessoas possam interagir com o objeto, compondo penteados com as próprias flores. Outras duas criações inusitadas são as luminárias Fire e Torch, do estúdio LaLa Lab. Inspiradas pelas tochas e fogueiras primitivas, as peças de acrílico fosco simulam pedaços de madeira, e uma delas é inclusive portátil e funciona à bateria.

Depois do sucesso do gaveteiro Pivot, produzido em 2008, a marca holandesa Arco convidou o estúdio Raw Edges a desenvolver mais duas peças para essa coleção: uma penteadeira e uma mesa para notebook. Feitos de madeira nogueira pintada, os móveis são fixados na parede e possuem gavetas articuladas, que aparentam estar caindo. Eles também são exemplos de produtos bem humorados que fizeram sucesso durante o evento e refletem uma nova tendência do morar, já que cada vez mais as pessoas buscam lares descontraídos, com objetos que alegrem o dia a dia.

Já mostramos algumas das novidades lançadas por Tom Dixon, mas bom design nunca é demais. A cadeira Scoop, com pés em diversos acabamentos, garante o máximo de conforto graças ao assento de espuma rígida forrado de tecido. As clássicas cadeiras Windsor do século 18 inspiraram o designer a criar uma releitura contemporânea, a imponente poltrona Fan, que se destaca em qualquer ambiente.

Móveis voltados para armazenagem tendem a ter o mesmo perfil: portas ou gavetas com algum detalhe a mais. No caso da coleção Fragmented, assinada por Francesca Lanzavecchia e Hunn Wai, as típicas portas cederam espaço a um tecido flexível, com textura inovadora e atraente. Outro ponto interessante do tecido é que ele permite acessar o conteúdo do armário por qualquer lado, e não apenas pela frente, como nos modelos convencionais.

Desenvolvida originalmente para um pavilhão em um parque de Nova York, a cadeira empilhável New Amsterdam Chair, criada pelo UNStudio, será fabricada em plástico pela marca alemã Wilde + Spieth.

O designer Emmanuel Gardin buscou no nascer do sol a inspiração para a luminária Sunrise, que permite a mudança de efeitos e o controle de intensidade de luz através da movimentação da cúpula, que sobe e desce na estrutura tubular. Pra terminar, vejam o vídeo da Modular Light, de Robert Hoffmann. A arandela possui laterais articuladas que também ajustam o foco de luz.

Veja também:

Especial | Salão do Móvel em Milão 2011 – PARTE 1

Especial | Salão do Móvel em Milão 2011 – PARTE 3

Anúncios
  1. 10 de maio de 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: