Posts Tagged ‘ água ’

SEXTA INSPIRADA! PISCINAS II

Quem aí gosta de piscina levanta a mão! Nesse querido país tropical, — que ultimamente anda mesmo parecendo uma rainforest —  o xodó pelas piscinas é unanimidade, certo? Então decidi falar um pouquinho sobre elas. Quem sabe assim o sol não se inspira e sai da toca? Conheça sete modelos bacanas que vão te deixar com saudades das férias.

Por todos os lados

Na ensolarada ilha Hamilton, na Austrália, casas de veraneio são tão comuns quanto as praias cheias de turistas. E, como em todo retiro de férias que se preze, a única coisa que não podia faltar nesse projeto era uma piscina. Pensando nisso, o arquiteto italiano Renato D’Ettorre fez questão de planejar uma opção sem igual, que não só cerca parte da construção, como também pode ser vista e acessada de vários cômodos diferentes, incluindo o living. O filme tá chato? Bora ali dar um pulinho?

Sobre a cidade

Por mais improvável que possa parecer, o spa Thermalbad & Spa Zurich, na Suíça, já foi um dia uma tradicional cervejaria da capital. São diversas piscinas, salas de relaxamento e centros de massagem espalhados pelos andares da antiga fábrica, mas o grande destaque fica para a cobertura. Com uma estonteante vista para a cidade, é lá que os hóspedes podem desfrutar de uma experiência única na piscina aquecida. Só é preciso tomar cuidado com um possível choque térmico.

Fogo e água

Depois que seu marido e companheiro de trabalho faleceu, a arquiteta Benedetta Tagliabue decidiu se empenhar no restauro de uma construção do século 18 no centro de Barcelona, cidade adorada pelo casal e berço de ótimas lembranças. Um dos muitos aposentos dessa residência é a sala da piscina, com teto abobadado e acabamentos em tons terrosos que destacam o verde claro das águas. Sobre a parte central da piscina, uma lareira suspensa na parede fornece aquecimento e garante que o ambiente seja aproveitado até mesmo nas estações mais frias.

Perto do céu

Erguida na beirada do declive sobre o qual essa residência foi construída, essa piscina realmente fica perto do céu. E não apenas no sentido literal. Quem vai dizer que não seria uma experiência quase divina se deparar com essas águas azuis em um dia de muito calor? Dá pra se imaginar nadando e nadando durante horas a fio, apenas curtindo a paisagem e a imensidão azul acima — e abaixo.

Dentro ou fora?

Quem está no living dessa casa idealizada pelo estúdio Realarchitektur, pode refrescar o olhar com a piscina retangular instalada logo ao lado do espaço. Como divisória, esquadrias de vidro vão do piso ao teto, explorando o pé-direito duplo. A laje de concreto sobre a área social continua depois da parede envidraçada e também protege a piscina e o deck de madeira. A chuva não atrapalha essa festa.

Lounge entre as águas

Foi ali, logo em frente à entrada da área social, na fachada dos fundos da casa de campo, que a arquiteta Deborah Roig decidiu construir uma piscina de 61 m². Nada mal hein? O revestimento claro é de pedra polida, que nos limites formam uma borda infinita. Cercado pela água, um pequeno lounge com bancos de alvenaria permite que as pessoas “entrem” na piscina sem se molhar. Perfeito pra tomar uns bons drinks sem descer do salto.

O paraíso é aqui

Essa última imagem vai parecer maldade, eu sei. Mas, como sonhar (ainda) é de graça, não custa nada torcer pra um dia estar aí, nessa nada simplória piscina, em um mergulho com direito a vista para as famosas montanhas da impressionante ilha Santa Lúcia, ali no mar turquesa do Caribe. Se os dicionários viessem munidos de fotos, essa cena poderia facilmente ilustrar o significado de paradisíaco.

E acho que colírio pros olhos nunca é demais né? Relembre nossa antiga matéria com outras tantas piscinas inspiradoras. É só clicar na foto!

Fotos via Casa Claudia | Knstrct | Dwell | Elle Decor | Pinterest | Casa de Valentina

Anúncios

FOTOS NA CHUVA… NA CHUVA?

Já que o clima de São Paulo está nesse chove-não-molha, os retratos do fotógrafo Nicolas Dumont são um tema bem apropriado. Na realidade, as fotos são uma pegadinha, porque não foram tiradas sob a chuva, e sim debaixo do chuveiro do apê de Nicolas. Os rostos clicados são dos amigos do fotógrafo, que receberam o convite de posar debaixo da água GELADA durante os 10 ou 20 minutos de cada a sessão. Mui amigo hein?

Fotos via Abduzeedo

Gotas de Chuva

Aqui em São Paulo, nuvens negras no céu anunciam que muita chuva está por vir. E já que vai chover, melhor vermos pelo lado positivo. A chuva pode ser muito inspiradora! Pelo menos é o que dizem as designers do estúdio sueco ASSHOFF & BROGÅRD, que em 2009 criaram os delicados ganchos de madeira Drop, em formato de gotas.

Água por Clément Beauvais

Acontecimentos como o Tsunami no Japão nos lembram que, assim como a água tem o poder de gerar vida, ela também pode tirá-la. Esse é o foco da campanha criada pela agência BDDP Unlimited em comemoração ao Dia Mundial da Água, 22 de Março. O objetivo da campanha é conscientizar as pessoas dos perigos de beber água não potável, já que ela é responsável por cerca de 3,6 milhões de mortes ao ano em todo o Mundo.

Para representar a ameaça silenciosa e invisível da água contaminada, a BDDP optou por uma abordagem minimalista, usando apenas água e tinta preta, com um resultado surpreendente. O vídeo foi dirigido por Clément Beauvais, um jovem diretor, ilustrador, músico e fotógrafo, que também é o responsável pelas imagens desenhadas com água e que aos poucos se revelam quando entram em contato com a tinta.

 

A campanha é um apelo para que as pessoas participem de um abaixo-assinado que será entregue ao presidente da França durante o 6º Fórum Mundial da Água em Março de 2012. Para assinar, visite o site votregouttedeau.org.

 

Hora do Chá

Como parte de seu trabalho de graduação na IM Masters Design Academy, o designer coreano Jeonghwa Seo, em parceria com Hanna Chung, desenvolveu essa mesa conceitual para a hora do chá. A mesa, chamada de ‘Ripple Effect Tea Table’, nasceu da idéia de que uma pequena mudança de um único indivíduo pode ter um grande impacto na sociedade. Aqui no Brasil, Ripple Effect é conhecido pelo nome de Efeito Cascata ou Efeito Borboleta. A superfície da mesa é coberta por uma pequena camada de água, assim, as xícaras e pires criam ondas na mesa semelhantes às ondas que se formam em lagos após terem a superfície tocada.

Sexta Inspirada! Fachadas I

Hoje vamos falar de fachadas. Sabe aquela expressão “a primeira impressão é a que fica”? Pois é, ela pode não valer pra tudo, mas quando falamos de casas e construções a fachada é um fator determinante para a impressão que as pessoas terão do lugar. Abaixo estão alguns projetos bem bacanas, a maioria deles é aqui do Brasil mesmo, já que, nesse quesito, têm muitos arquitetos brazucas mandando bem. Confiram!

1. No projeto de Roberto Migotto a entrada da casa ganha destaque com sua grande porta pivotante revestida com um patchwork de ladrilhos hidráulicos. O mais legal é que além de revestir a porta, o que já é inusitado, ele revestiu tudo: teto, parede e piso, formando um detalhe horizontal multicolorido.

2. O novo prédio da Universidade da Tasmânia, assinado pelos arquitetos da Lyon, tem uma fachada feita por arcos de concreto interrompidos por vidraças de muitas formas diferentes, trazendo movimento ao projeto.

3. A casa JH, projetada por Bernardes + Jacobsen, tem um belo jardim vertical logo de cara. Realizado pela paisagista Gica Mesiara, a parede conta com uma vegetação formada por plantas pendentes, que cobrem todo o muro deixando visíveis apenas os painéis de madeira do portão e do andar superior.

4. Os arquitetos nova-iorquinos da Axis Mundi divulgaram esse projeto recentemente, e é uma obra de retrofit para uma empresa de água. Ainda em fase de produção, a fachada do prédio vai simular a ondulação da água em um lago e será feita de um polímero composto, suspenso em uma treliça de aço, que vai revestir a construção já existente.

5. Entre tantas fachadas maravilhosas, aqui não podia faltar um projeto do Márcio Kogan. Então escolhi a fachada da Casa 53 por ser uma das mais versáteis que já vi. Feita de painéis de madeira articulados, quando a casa está totalmente fechada, não conseguimos identificar nem a porta de entrada. Mas, quando os moradores precisam, eles rapidamente ganham iluminação natural.

6. Pra fechar com chave de ouro, a fachada da sinagoga Midrash, obra do arquiteto Isay Weinfeld. Formada por várias palavras recortadas, com relevos e tons levemente diferentes, a fachada ganha uma espécie de malha muito detalhada e simplesmente linda! Além da estética, achei mais legal ainda que ele tenha usado as palavras em hebraico, o que remete às origens de seus visitantes.

Essas são apenas algumas das diversas fachadas legais que encontrei, então, se gostou, leia também a Sexta Inspirada! Fachadas II.

%d blogueiros gostam disto: