Posts Tagged ‘ architecture ’

O NOVO REFERANS!

Bom, conforme o prometido, o REFERANS já migrou para o site da revista GLAMOUR! E está super bacana! O porém é que ainda não consegui redirecionar a URL, entãããooo… por enquanto, para acessarem o novo conteúdo, vocês precisam clicar na fotinho ou nesse link AQUI: http://colunas.revistaglamour.globo.com/referans/

Mas prometo resolver isso as soon as possible! =)

O REFERANS ESTÁ DE MUDANÇA!

Já faz um tempinho que estou esperando ansiosa a hora certa para contar essa novidade pra vocês. O REFERANS vai se mudar! E a “casa” nova é bem mais ampla, novinha em folha e cheia de detalhes super bacanas. Pois é, se o blog é como um filho, posso dizer que ele atingiu a maturidade! A partir do dia 28, o REFERANS vai integrar o conteúdo da revista Glamour, a mais nova sensação das editoras Globo + Condé Nast.

O layout vai mudar, as cores também e até as fontes — tudo para deixar a navegação ainda mais dinâmica e gostosa! O que não muda é o conteúdo rico, cheio de novidades e achados do mundo do design, trazendo referências diárias para vocês, sempre. E aí? Empolgados com a notícia?

SEXTA INSPIRADA! ESTANTES

{ Clique na imagem para ler todas as matérias da coluna }

Presentes em quase todas as casas, as estantes funcionam como uma espécie de vitrine da família, reunindo não apenas livros, mas também os objetos mais queridos dos moradores, como fotos, lembranças de viagens e coleções. São muitas as opções de materiais, cores e formas, mas reunimos algumas sugestões bem bacanas e diferentes pra inspirar o seu dia.

Alvenaria colorida

Com nichos em formatos irregulares e descoordenados, essa estante já seria diferente mesmo que fosse inteirinha de uma cor só. Mas, como originalidade nunca é demais, a ideia do designer Benjamin Mahon foi além, e assim os nichos ganharam um delicado tom pastel. Os detalhes em verdinho deixam o ambiente mais divertido e ainda suavizam a espessura da estrutura, que também foge do padrão.

Mix descontraído

Inspirado nas casas de veraneio, sempre tão recorridas por quem vive na cidade grande, Leo Romano idealizou um espaço alegre e arrojado para a Casa Cor Goiás de 2011. Sua principal intenção era trazer para o cenário doméstico urbano o clima descontraído da praia. Um dos destaques do ambiente foi a estante, que ficava suspensa do piso, permitindo vislumbrar o outro lado da sala.

As prateleiras foram preenchidas com itens das mais diversas origens, dos convencionais livros e revistas a velharias, coleções e esculturas, em uma composição estilosa.

Tudo em seu lugar

Vizinha de um bosque preservado em Curitiba, a casa do engenheiro Alam Rech é uma delícia. Apesar da sala não ser muito grande, ele reservou um cantinho especial para um de seus hobbies preferidos, a leitura. Organizadas sobre prateleiras pretas e espessas, encomendadas a uma marcenaria, a coleção de revistas preenche a estante quase por completo. A coluna estrutural de tijolinho garante ainda um jogo de texturas.

Livre, leve e solta

A proposta dos arquitetos Antonio Ferreira Jr. e Mario Celso Bernardes para seu projeto durante a mostra Casa Cor São Paulo de 2009 foi a de usar uma estante preta abarrotada de livros. Abarrotada mesmo! Sem nenhum espacinho livre para objetos. Para o visual da peça não ficar pesado, os arquitetos a fizeram desencostada das paredes, do teto e do piso, quase como se flutuasse. Alguns dos nichos foram preenchidos por nichos menores em cores fortes – laranja, verde e azul – o que deixou o móvel bem menos sério.

Da cor do sol

Se há alguns anos o lema era usar apenas tons neutros na marcenaria, agora a proposta é exatamente o oposto. Vermelho, azul, verde… Hoje em dia qualquer cor pode ser reproduzida nos móveis feitos sob medida, mas a grande eleita é, na maioria dos casos, o amarelo, que está em alta faz tempo. Leo Romano, arquiteto goiano, já projetou uma estante maluca em amarelo em uma de suas participações na mostra Casa Cor. Já os arquitetos do Andy Martin Architects optaram por essa cor para trazer mais energia ao living.

Formas inusitadas

A designer francesa Marika Dru acredita que investir em peças de bom desenho é um dos passos para se ter uma morada original. Tanto que nesse cômodo – um cantinho de leitura com poltrona bem confortável – ela sugeriu aos moradores a estante Split Boxes, da marca Skitsch. A boa notícia é que a marca tem loja aqui no Brasil também, em São Paulo, na famosa Al. Gabriel Monteiro da Silva.

De carona

Existem milhares de ideias interessantes de estante por aí, mas o troféu criatividade vai ter que ir para o estúdio Denieuwegeneratie. No projeto de uma residência na Holanda, os designers fizeram o impensável: fixaram um enorme carro com teto solar na parede e o transformaram em um apoio para livros e objetos super inusitado. Só mesmo em um cômodo bem amplo é que daria pra fazer uma ousadia dessas.

Fotos via Marie Claire Maison | Casa de Valentina | Casa Claudia | AMC Arquitetura | Contemporist | Yatzer

CASA BARATA {OU QUASE}

Construir uma casa do zero custa caro. Bem caro. Sabendo disso, o arquiteto neozelandês Davor Popadich nem considerava a possibilidade de comprar um terreno vazio e erguer um lar para ele e sua esposa, que dirige uma pequena empresa de importação de móveis. O intuito então era encontrar algum imóvel em bom estado e que coubesse no orçamento. Mas eis que, de repente, o destino deu um jeitinho de mudar essa história.

Depois de duas tentativas frustradas de compra, eles se depararam com uma oportunidade imperdível e por impulso acabaram fazendo uma oferta por um pequeno lote na costa de Auckland, na Austrália. Nem preciso dizer que a oferta foi aceita, né?

O problema foi que a verba do arquiteto, que já não era das maiores, foi reduzida a apenas $187,000 dólares neozelandeses. Nesse momento, ele se perguntou se seria capaz de planejar uma casa inteira com apenas essa quantia. Porque em uma obra de grande porte, o dinheiro vai embora rapidinho.

Inspirado pelo entorno da costa, Davor baseou o conceito do projeto nos galpões usados para guardar barcos e lanchas, que são bem comuns na região. A proposta mostrou-se bem mais econômica do que as residências convencionais, mas ainda assim ele teve que ceder, substituindo acabamentos e abortando ideias até chegar a um valor praticável.

Enquanto ele dedicava boa parte de seu tempo livre desenhando cada precioso detalhe da arquitetura, sua esposa Abbe estava focada em deixar os interiores confortáveis e práticos, realmente de acordo com a rotina da família. Segundo ela, esse processo a fez pensar no que eles esperam da vida juntos e em como seria sua relação com essa casa. Cobrindo praticamente todas as paredes, o compensado naval é mais uma solução econômica, e reveste também os sofás embutidos do living, dispensando o gasto com móveis caros.

Fotos via Dwell

TOP 5 | LADRILHOS HIDRÁULICOS

Quem resiste a um lindo piso, parede ou painel coberto por ladrilhos coloridos e estampados? Herança européia, esses revestimentos surgidos no século XIX estão mais atuais do que nunca! Veja 5 opções de como usá-los na decoração e vá garimpar os seus.

{ Nunca esqueço do dia em que estava num restaurante com meu pai e ele me explicou direitinho como os ladrilhos hidráulicos eram feitos e como o trabalho era delicado e artesanal… Desde então, sou apaixonada por eles. }

# 1 No home office da casa projetada pelo escritório ASKarchitects na Grécia, o piso ganhou um desenho floral em tons de cinza e branco. Os móveis e objetos contemporâneos quebram o ar tradicional da composição.

# 2 Esse pequeno nicho na parede da cozinha não teria nem metade do charme se não fosse pelo acabamento de ladrilhos. Ao invés de armário, prateleiras sem portas para revelar o fundo delicado em rosa, vermelho e preto.

# 3 Já na cozinha decorada pela dupla do estúdio Arquitetura Paralela, o piso com detalhes geométricos é o grande chamariz do ambiente. Por conta da ausência de armários sob a pia, a estampa fica ainda mais visível.

# 4 A casa reformada pelo designer Francisco Cálio no litoral paulista guarda muitas histórias. Algumas delas ficam expostas nos pisos, que revelam misturas de ladrilhos de épocas e estilos diferentes. Quase como um registro histórico particular.

# 5 Feitos à mão, os ladrilhos da marca Marrakech Design são assinados por grandes designers, como os arquitetos suecos do Claesson Koivisto Rune. O modelo abaixo é da linha Stone.

Fotos via Yatzer | Pinterest | Casa de Valentina | Evelyn Muller | The Bohmerian

RESTAURANTE FABRICA CREATON

A probabilidade de a decoração do Fabrica Creaton passar despercebida por qualquer cliente que seja é praticamente nula. Dramático, o restaurante tem paredes e móveis forrados de preto e branco. Pra quebrar a monocromia, detalhes em vermelho causam ainda mais impacto visual e revelam o conceito nada convencional por trás do projeto. Inspirado pelos açougues e pela própria carne bovina, o designer de interiores Minas Kosmidis concebeu um espaço desafiador e estimulante, elevando o status dos estabelecimentos da cidade de Komotini, no nordeste da Grécia.

Ao mesmo tempo que a atmosfera do lugar é moderna e jovem, é possivel distinguir referências da década de 50 aparecendo em releituras e também peças no melhor estilo industrial. Azulejos brancos, vidro, madeira e metal atuam como coadjuvantes para os elementos cor de sangue, como as luminárias pendentes e algumas das cadeiras. Mas o tema açougue não se limita aos móveis em vermelho. Enormes geladeiras com portas de vidro exibem pedaços de carne fresca, pronta para ser consumida, enquanto quadros com imagens de vacas e bois ilustram as paredes.

Fotos via Yatzer

CASA MULTICOLORIDA

Após muitos anos vivendo na movimentada e um tanto quanto estressante Estocolmo, um casal decidiu correr atrás do sonho de morar no interior. O lugar escolhido foi Saltsjöbaden, um vilarejo banhado pelo mar Báltico. Cercados pela natureza praticamente intocada, eles descobriram uma maneira de transportar toda aquela beleza para dentro da casa. Assim, o mar virou piso e o céu ocupou as paredes, tingindo de azul essa nova fase de suas vidas.

Como diz o ditado, há males que vêm para bem. Durante quase um ano, a família, que inclui quatro filhos pequenos, penou para encontrar o imóvel ideal, aconchegante e na medida certa. Porém, quando estava quase tudo certo para a mudança, os proprietários da ex-futura casa desistiram da venda. A decepção foi total. Mas, pensando pelo lado bom, se esse primeiro acordo tivesse dado certo, eles jamais teriam descoberto o tesouro onde vivem.

A simpática construção dos anos 40 agora parece um refúgio perfeito, mas quando o casal a adquiriu, a estrutura necessitava de intensos reparos, algo que não estava previsto no orçamento. A reforma que era para durar umas três semanas demorou seis meses pra ser concluída. Tendo que viver de aluguel por todo esse tempo, a família viu suas economias irem embora rapidamente. Tanto que agora eles brincam que não sobrou dinheiro nem mesmo para comprar as portas internas.

Ufa! Depois de tanto sufoco, Daniel Heckscher, marido e também designer de interiores, e Jessica Folcker, famosa cantora do país, puderam finalmente decorar sua nova morada. Repletos de cores vivas e misturas ousadas, os espaços foram inspirados na obra de Frida Kahlo e sua alma artística provocativa e envolvente. Com gostos e preferências bem diferentes, os dois geram um atrito criativo que traz ainda mais personalidade ao projeto.

Fotos via Residence Magazine

%d blogueiros gostam disto: