Posts Tagged ‘ cobertura ’

SEXTA INSPIRADA! PISCINAS II

Quem aí gosta de piscina levanta a mão! Nesse querido país tropical, — que ultimamente anda mesmo parecendo uma rainforest —  o xodó pelas piscinas é unanimidade, certo? Então decidi falar um pouquinho sobre elas. Quem sabe assim o sol não se inspira e sai da toca? Conheça sete modelos bacanas que vão te deixar com saudades das férias.

Por todos os lados

Na ensolarada ilha Hamilton, na Austrália, casas de veraneio são tão comuns quanto as praias cheias de turistas. E, como em todo retiro de férias que se preze, a única coisa que não podia faltar nesse projeto era uma piscina. Pensando nisso, o arquiteto italiano Renato D’Ettorre fez questão de planejar uma opção sem igual, que não só cerca parte da construção, como também pode ser vista e acessada de vários cômodos diferentes, incluindo o living. O filme tá chato? Bora ali dar um pulinho?

Sobre a cidade

Por mais improvável que possa parecer, o spa Thermalbad & Spa Zurich, na Suíça, já foi um dia uma tradicional cervejaria da capital. São diversas piscinas, salas de relaxamento e centros de massagem espalhados pelos andares da antiga fábrica, mas o grande destaque fica para a cobertura. Com uma estonteante vista para a cidade, é lá que os hóspedes podem desfrutar de uma experiência única na piscina aquecida. Só é preciso tomar cuidado com um possível choque térmico.

Fogo e água

Depois que seu marido e companheiro de trabalho faleceu, a arquiteta Benedetta Tagliabue decidiu se empenhar no restauro de uma construção do século 18 no centro de Barcelona, cidade adorada pelo casal e berço de ótimas lembranças. Um dos muitos aposentos dessa residência é a sala da piscina, com teto abobadado e acabamentos em tons terrosos que destacam o verde claro das águas. Sobre a parte central da piscina, uma lareira suspensa na parede fornece aquecimento e garante que o ambiente seja aproveitado até mesmo nas estações mais frias.

Perto do céu

Erguida na beirada do declive sobre o qual essa residência foi construída, essa piscina realmente fica perto do céu. E não apenas no sentido literal. Quem vai dizer que não seria uma experiência quase divina se deparar com essas águas azuis em um dia de muito calor? Dá pra se imaginar nadando e nadando durante horas a fio, apenas curtindo a paisagem e a imensidão azul acima — e abaixo.

Dentro ou fora?

Quem está no living dessa casa idealizada pelo estúdio Realarchitektur, pode refrescar o olhar com a piscina retangular instalada logo ao lado do espaço. Como divisória, esquadrias de vidro vão do piso ao teto, explorando o pé-direito duplo. A laje de concreto sobre a área social continua depois da parede envidraçada e também protege a piscina e o deck de madeira. A chuva não atrapalha essa festa.

Lounge entre as águas

Foi ali, logo em frente à entrada da área social, na fachada dos fundos da casa de campo, que a arquiteta Deborah Roig decidiu construir uma piscina de 61 m². Nada mal hein? O revestimento claro é de pedra polida, que nos limites formam uma borda infinita. Cercado pela água, um pequeno lounge com bancos de alvenaria permite que as pessoas “entrem” na piscina sem se molhar. Perfeito pra tomar uns bons drinks sem descer do salto.

O paraíso é aqui

Essa última imagem vai parecer maldade, eu sei. Mas, como sonhar (ainda) é de graça, não custa nada torcer pra um dia estar aí, nessa nada simplória piscina, em um mergulho com direito a vista para as famosas montanhas da impressionante ilha Santa Lúcia, ali no mar turquesa do Caribe. Se os dicionários viessem munidos de fotos, essa cena poderia facilmente ilustrar o significado de paradisíaco.

E acho que colírio pros olhos nunca é demais né? Relembre nossa antiga matéria com outras tantas piscinas inspiradoras. É só clicar na foto!

Fotos via Casa Claudia | Knstrct | Dwell | Elle Decor | Pinterest | Casa de Valentina

Anúncios

Horizonte Urbano | Cobertura por João Armentano

No living da generosa cobertura de 1000 m², grandes esquadrias envidraçadas desdobram a paisagem urbana de São Paulo, revelando a agitada rotina da metrópole. É nesse cenário privilegiado que vive o casal de clientes e amigos do consagrado arquiteto João Armentano, autor dos interiores do apartamento. Conheça o projeto que foi eleito para estrelar a capa da última edição da revista Casa Claudia Luxo.

O hábito dos moradores de freqüentemente receber convidados para jantares e festas norteou a concepção dos espaços na área social, localizada no pavimento intermediário dos 3 andares entre os quais a residência se distribui. Em uma composição que une peças contemporâneas e clássicas, os móveis, de traços elegantes e extremamente confortáveis, priorizam a circulação e o aconchego em um ambiente que promove o convívio e a interação com a atmosfera paulistana.

O limite entre áreas externas e internas desaparece graças às portas de vidro que correm e revelam grandes aberturas, como na sala de jantar, integrada à piscina. Outro beneficio dos painéis envidraçados é a entrada de iluminação natural, que suaviza os tons escuros das paredes, tecidos e revestimentos. Ao fundo, um jardim vertical de samambaias, assinado pelo paisagista Alex Hanazaki, traz um pouco de vida e natureza para o cotidiano cosmopolita da família.

Valorizando ainda mais o imóvel de quatro dormitórios, o nível superior reserva outras três surpresas às visitas: sauna, spa e churrasqueira. A palavra de ordem é sofisticação, fator presente em cada detalhe desse projeto atemporal que homenageia a vibração da cidade abaixo.

Fotos por Marco Antonio

Top 5 | Samambaias

Depois de terem sido usadas exageradamente durante as décadas de 60, 70 e 80, as samambaias caíram no esquecimento. Até agora!

Expostas em jardins verticais, vasos suspensos e até dentro de móveis, as plantas de ar tropical voltaram a ser tendência, como comentamos na matéria especial Casa Cor SP 2011. Confira 5 exemplos de como usá-las dentro (e fora) de casa. 

# 1 Na cobertura onde a arquiteta Juliana Battaglia vive com a família, o jardim vertical bolado pela paisagista Caterina Poli exibe as folhagens da espécie em variados tons de verde.

# 2 Painéis de muxarabi fazem companhia para as plantas suspensas no dormitório de hóspedes idealizado por Guilherme Torres.

# 3 Em seu ambiente para a mostra Casa Cor Goiás 2011, a designer Rosângela Queiroz elegeu as samambaias devido à sua alta resistência e fácil manutenção. Os arranjos foram dispostos dentro de armários sem portas.

# 4 Até mesmo nos escritórios o verde é benvindo. No espaço de convivência projetado pelos arquitetos do estúdio Woods Bagot os vasos de fibra sintética pairam sobre a mesa e se acumulam em prateleiras de piso.

# 5 O veterano Roberto Migotto usou e abusou da espécie em seu projeto na Casa Cor SP 2008. Logo em frente à cama de casal, a sala de banho ganhou um enorme jardim vertical que explora as texturas das folhas.

Achado

A moringa estampada da loja Od. Design é delicada e já ajuda a entrar no clima.

O céu é o limite

Para uma empresa como a Nordic Unified Air Traffic Control, responsável pelo tráfego aéreo de uma parte da Europa, nada mais apropriado do que um escritório na cobertura de um prédio em Estocolmo, cercado por panos de vidro que deixam o céu totalmente visível em quase todas as salas.

Aliás, o céu também está presente nos interiores, cujos móveis e cores foram inspirados em modelos de aeronaves e nas diversas nuances de azul que marcam as manhãs, as tardes e as noites. O projeto foi idealizado pelo estúdio PS Arkitektur, responsáveis também pelo colorido escritório da Skype, que já mostramos aqui.

Fotos por Jason Strong.

Sexta Inspirada! Telhados Verdes

Quem vive em meio à poluição caótica das cidades está buscando cada vez mais um pedacinho de verde. Essa procura está levando os jardins a lugares inesperados, como pequenas varandas, paredes, fachadas e até mesmo tetos de ônibus. A natureza invadiu também os telhados, espaços antes esquecidos, que agora surgem como uma alternativa que ajuda a diminuir a poluição e também melhora a temperatura interna das construções. Conheçam alguns projetos com lindos telhados verdes.

1. Localizado na região do Bronx, em NY, esse prédio foi erguido para abrigar famílias sem-teto ou de baixa renda. Entre outras escolhas sustentáveis, os arquitetos do escritório Alexander Gorlin criaram um jardim na cobertura com espécies resistentes às variações climáticas da cidade.

2. Nessa casa na Polônia, projetada por Robert Konieczny, o jardim já começa na escada. Fechado por painéis de vidro em formato circular, o living tem vista para a natureza que cerca a casa e para os degraus que conduzem ao gramado particular.

3. Finalizada em 2009, essa casa fica no estado americano de Washington e tem o projeto assinado pela equipe do Prentiss Architects. O telhado é coberto por espécies de cores diferentes e arrematado com seixos rolados.

4. Os vizinhos desse imóvel em Londres não poderiam ter ficado mais felizes quando o arquiteto Justin Bere se mudou para a rua. O que antes era uma fábrica imunda de salsichas foi transformado em uma casa charmosa com telhado florido.

5. Os arquitetos do Caliper Studio criaram um jardim contemplativo no topo de 2 prédios de tijolinho em NY. A nova cobertura exibe esculturas gigantes e relevos no solo que formam clarabóias, permitindo que a luz do sol ilumine o apartamento e o estúdio no andar inferior.

6. E pra terminar, um espaço que prova que ausência de quintal não significa ausência de jardim. Que tal um café da tarde no telhado de casa? Com direito à grama, trepadeiras e cadeiras amarelas.

No Brasil, as duas maiores empresas especializadas em telhados verdes são a Ecotelhado e o Instituto Cidade Jardim.

 

Cobertura Duplex por AMC Arquitetura

Uma cobertura duplex no bairro paulistano da Vila Nova Conceição tem o projeto de interiores assinado pelos arquitetos Antonio Ferreira Jr. e Mario Celso Bernardes. A mistura de peças retrô com móveis contemporâneos é marca registrada da dupla, que une de forma harmônica as preferências dos proprietários com o seu estilo apurado.

A piscina, revestida de Limestone e com três piras de fogo em aço, pode ser vista do living, o ambiente mais amplo do apartamento. Para receber bem os convidados, a família conta com um sofá enorme da B&B Itália, poltronas confortáveis e duas grandes mesas de centro de acrílico.

Veja mais um apê projetado pelo AMC Arquitetura.

Casa das Chaminés por Márcio Kogan

A Casa das Chaminés, localizada no bairro Jardim Europa, em São Paulo, foi projetada por Márcio Kogan para o fotógrafo Reinaldo Cóser e sua família. O living, por ser um ambiente retangular e de pé-direito baixo, cria uma proporção horizontal na arquitetura da casa, complementada também pelo longo deck do jardim. Além disso, o teto do Living chama a atenção por possuir uma textura de concreto trabalhado.

Algumas das fotos são de poucos meses atrás, mas as mais recentes já mostram a evolução das plantas dos dois jardins que ladeiam o living. As largas portas de correr, quando abertas, unem interior e exterior em um único ambiente, criando um amplo espaço de convívio quase sem paredes.

A suíte principal, no andar superior, possui um grande deck com vista para o jardim, e as árvores ao redor e a lareira ao ar livre transformam esse espaço no local ideal para admirar a cidade no conforto do lar. O nome da casa vem graças às diversas chaminés dispostas na laje, também visíveis por esse deck.

Pra quem não sabe, o arquiteto Márcio Kogan realiza diversos projetos incríveis, navegando pelo seu site acaba dando vontade de postar todos os projetos, porque realmente, valem a pena ser vistos. Não é a toa que ele está se destacando cada vez mais internacionalmente, expandindo as fronteiras de seu trabalho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: