Posts Tagged ‘ concrete ’

Studio SC por Márcio Kogan

Como vocês já sabem, o arquiteto Márcio Kogan e sua equipe do StudioMK27 projetam residências de cair o queixo. Mas, dessa vez o projeto é de um espaço comercial, ou melhor, um estúdio de fotografia especializado em comida, que foi finalizado no ano passado e clicado pelo fotógrafo Nelson Kon.

O estúdio é formado por uma longa estrutura retangular, com acabamento em metal branco canelado na parte superior e madeira na parte inferior. Um amplo espaço, com pé-direito duplo e totalmente aberto para o jardim, abriga a equipe de fotógrafos, que pode curtir a luz do sol e a ventilação abundante. Acima de suas mesas de trabalho há uma extensa passarela de concreto fixada no teto, totalmente suspensa do piso, que liga os pavimentos superiores e parece flutuar. Só pra completar, móveis com design assinado e cores fortes dão o toque final.

Anúncios

Sexta Inspirada! São Paulo

Em homenagem ao aniversário de 457 anos de São Paulo, que nos rendeu um feriadinho essa semana, a Sexta Inspirada! de hoje traz projetos de casas e apartamentos construídos aqui na terra da garoa.

1. Pra começar com o pé direito, conheçam o apartamento projetado por Felipe Hess e Renata Pedrosa, que fica no edifício Copan, um dos maiores marcos arquitetônicos da cidade. A idéia era transformar o apê de 3 dormitórios em um amplo loft, por isso a maioria das paredes foi derrubada, restando apenas colunas e vigas de concreto, material que também está presente em prateleiras e bancadas.

2. Com apenas seis metros de altura e de largura, a Casa Cubo se encaixa perfeitamente num modesto terreno de uma vila na Zona Oeste. Inspirados pela atual arquitetura oriental, o arquiteto Juan Pablo Rosenberg buscou trazer bastante luminosidade natural com aberturas estratégicas e ambientes amplos, com predomínio do branco na fachada e nos espaços internos.

3. Nesse apartamento de 240m² no Jardins, o designer Marcelo Rosenbaum misturou um pouquinho do seu estilo com o estilo dos proprietários, buscando também algumas referências em filmes. Estampas e cores aparecem em todo o apê, nas almofadas, no piso de ladrilhos hidráulicos e nos diversos papéis de parede, espalhados pela sala e pelo dormitório.

4. A casa de 10×40 metros projetada pelos arquitetos do GrupoSP tem uma área social com pé-direito triplo, fechada por esquadrias de vidro nas duas extremidades, o que deixa o interior totalmente visível. Ocupando a parede mais larga da estrutura, feita de concreto armado, existe uma impressionante estante que abriga cerca de 7.500 livros.

5. As ‘caixas’ horizontais de alvenaria já se tornaram um dos traços marcantes das obras de Márcio Kogan e a Casa Panamá é mais um desses projetos fantásticos. A residência foi projetada para um colecionador de arte brasileira e por isso os espaços são amplos e exibem imensas paredes brancas, que trazem um ar de galeria a casa, mas sem tirar o conforto e a intimidade.

6. Finalizada em 2007, a Casa Sumaré é um dos projetos recentes de Isay Weinfeld que mais repercutiram no exterior. Devido às leis da prefeitura, a construção não podia passar de 2 andares, por isso foi necessária a criação de um andar abaixo do nível da rua, que abriga a casa do caseiro e o atelier da proprietária, uma designer apaixonada por arte.

Arte de Protesto | Concrete Messages

A fronteira entre Israel e Cisjordânia, território palestino, é delimitada por um extenso e alto muro, conhecido como Muro da Cisjordânia. Partes desse muro são cobertas por diversas manifestações artísticas de protesto, como pinturas, pôsteres, estênceis e grafites. Pra divulgar essas iniciativas pro mundo todo, Zia Krohn e Joyce Lagerweij pretendem lançar em Novembro a obra Concrete Messages.

O livro reúne imagens, entrevistas e informações sobre essas intervenções de arte, incluindo trabalhos de artistas de rua conhecidos mundialmente, como Blu, Banksy, Ron English e Ericailcane, entre outros. Vamos aguardar esse lançamento para checar a repercussão e quem sabe o livro incentive mais artistas a se manifestarem sobre esse assunto.

Sexta Inspirada! Fachadas I

Hoje vamos falar de fachadas. Sabe aquela expressão “a primeira impressão é a que fica”? Pois é, ela pode não valer pra tudo, mas quando falamos de casas e construções a fachada é um fator determinante para a impressão que as pessoas terão do lugar. Abaixo estão alguns projetos bem bacanas, a maioria deles é aqui do Brasil mesmo, já que, nesse quesito, têm muitos arquitetos brazucas mandando bem. Confiram!

1. No projeto de Roberto Migotto a entrada da casa ganha destaque com sua grande porta pivotante revestida com um patchwork de ladrilhos hidráulicos. O mais legal é que além de revestir a porta, o que já é inusitado, ele revestiu tudo: teto, parede e piso, formando um detalhe horizontal multicolorido.

2. O novo prédio da Universidade da Tasmânia, assinado pelos arquitetos da Lyon, tem uma fachada feita por arcos de concreto interrompidos por vidraças de muitas formas diferentes, trazendo movimento ao projeto.

3. A casa JH, projetada por Bernardes + Jacobsen, tem um belo jardim vertical logo de cara. Realizado pela paisagista Gica Mesiara, a parede conta com uma vegetação formada por plantas pendentes, que cobrem todo o muro deixando visíveis apenas os painéis de madeira do portão e do andar superior.

4. Os arquitetos nova-iorquinos da Axis Mundi divulgaram esse projeto recentemente, e é uma obra de retrofit para uma empresa de água. Ainda em fase de produção, a fachada do prédio vai simular a ondulação da água em um lago e será feita de um polímero composto, suspenso em uma treliça de aço, que vai revestir a construção já existente.

5. Entre tantas fachadas maravilhosas, aqui não podia faltar um projeto do Márcio Kogan. Então escolhi a fachada da Casa 53 por ser uma das mais versáteis que já vi. Feita de painéis de madeira articulados, quando a casa está totalmente fechada, não conseguimos identificar nem a porta de entrada. Mas, quando os moradores precisam, eles rapidamente ganham iluminação natural.

6. Pra fechar com chave de ouro, a fachada da sinagoga Midrash, obra do arquiteto Isay Weinfeld. Formada por várias palavras recortadas, com relevos e tons levemente diferentes, a fachada ganha uma espécie de malha muito detalhada e simplesmente linda! Além da estética, achei mais legal ainda que ele tenha usado as palavras em hebraico, o que remete às origens de seus visitantes.

Essas são apenas algumas das diversas fachadas legais que encontrei, então, se gostou, leia também a Sexta Inspirada! Fachadas II.

Concreto na cozinha | Milão 2010

Assinada pelo austríaco Martin Steininger, a cozinha Betonkuche utiliza concreto como revestimento para os gabinetes. O concreto, fabricado especialmente, tem uma espessura de apenas 8 mm, sendo rígido e ainda assim leve o suficiente para ser aplicado como frente de gavetas e portas. Por ser resistente ao calor e revestido de produto antibactericida, torna-se um revestimento inusitado, porém ideal para cozinhas. O lançamento mundial da cozinha foi feito durante o Salão Internacional do Móvel de Milão, em Abril de 2010.

Adega Artisan Cellars

A adega Artisan Cellars, de Singapura, vende e representa pequenos fabricantes de vinho de todo o mundo. Sobriedade e sofisticação são sinônimos da marca, e isso é transmitido pelo projeto do espaço para degustação, que é assinado pelo Studio Asylum. O chamariz do projeto é, sem dúvida, o “bloco” de concreto e as cerca de 400 garrafas de vinho que abriga. Esse detalhe é proeminente na fachada e possui iluminação especial para se destacar ainda mais.

Algumas das paredes possuem inscrições em alto relevo de frases e citações sobre o vinho de personalidades renomadas como Galileu Galilei, e a mesa serve para degustações reservadas em eventos especiais. O projeto, por ser bem elaborado, consegue ser simples e sofisticado ao mesmo tempo.

%d blogueiros gostam disto: