Posts Tagged ‘ estante ’

SEXTA INSPIRADA! ESTANTES

{ Clique na imagem para ler todas as matérias da coluna }

Presentes em quase todas as casas, as estantes funcionam como uma espécie de vitrine da família, reunindo não apenas livros, mas também os objetos mais queridos dos moradores, como fotos, lembranças de viagens e coleções. São muitas as opções de materiais, cores e formas, mas reunimos algumas sugestões bem bacanas e diferentes pra inspirar o seu dia.

Alvenaria colorida

Com nichos em formatos irregulares e descoordenados, essa estante já seria diferente mesmo que fosse inteirinha de uma cor só. Mas, como originalidade nunca é demais, a ideia do designer Benjamin Mahon foi além, e assim os nichos ganharam um delicado tom pastel. Os detalhes em verdinho deixam o ambiente mais divertido e ainda suavizam a espessura da estrutura, que também foge do padrão.

Mix descontraído

Inspirado nas casas de veraneio, sempre tão recorridas por quem vive na cidade grande, Leo Romano idealizou um espaço alegre e arrojado para a Casa Cor Goiás de 2011. Sua principal intenção era trazer para o cenário doméstico urbano o clima descontraído da praia. Um dos destaques do ambiente foi a estante, que ficava suspensa do piso, permitindo vislumbrar o outro lado da sala.

As prateleiras foram preenchidas com itens das mais diversas origens, dos convencionais livros e revistas a velharias, coleções e esculturas, em uma composição estilosa.

Tudo em seu lugar

Vizinha de um bosque preservado em Curitiba, a casa do engenheiro Alam Rech é uma delícia. Apesar da sala não ser muito grande, ele reservou um cantinho especial para um de seus hobbies preferidos, a leitura. Organizadas sobre prateleiras pretas e espessas, encomendadas a uma marcenaria, a coleção de revistas preenche a estante quase por completo. A coluna estrutural de tijolinho garante ainda um jogo de texturas.

Livre, leve e solta

A proposta dos arquitetos Antonio Ferreira Jr. e Mario Celso Bernardes para seu projeto durante a mostra Casa Cor São Paulo de 2009 foi a de usar uma estante preta abarrotada de livros. Abarrotada mesmo! Sem nenhum espacinho livre para objetos. Para o visual da peça não ficar pesado, os arquitetos a fizeram desencostada das paredes, do teto e do piso, quase como se flutuasse. Alguns dos nichos foram preenchidos por nichos menores em cores fortes – laranja, verde e azul – o que deixou o móvel bem menos sério.

Da cor do sol

Se há alguns anos o lema era usar apenas tons neutros na marcenaria, agora a proposta é exatamente o oposto. Vermelho, azul, verde… Hoje em dia qualquer cor pode ser reproduzida nos móveis feitos sob medida, mas a grande eleita é, na maioria dos casos, o amarelo, que está em alta faz tempo. Leo Romano, arquiteto goiano, já projetou uma estante maluca em amarelo em uma de suas participações na mostra Casa Cor. Já os arquitetos do Andy Martin Architects optaram por essa cor para trazer mais energia ao living.

Formas inusitadas

A designer francesa Marika Dru acredita que investir em peças de bom desenho é um dos passos para se ter uma morada original. Tanto que nesse cômodo – um cantinho de leitura com poltrona bem confortável – ela sugeriu aos moradores a estante Split Boxes, da marca Skitsch. A boa notícia é que a marca tem loja aqui no Brasil também, em São Paulo, na famosa Al. Gabriel Monteiro da Silva.

De carona

Existem milhares de ideias interessantes de estante por aí, mas o troféu criatividade vai ter que ir para o estúdio Denieuwegeneratie. No projeto de uma residência na Holanda, os designers fizeram o impensável: fixaram um enorme carro com teto solar na parede e o transformaram em um apoio para livros e objetos super inusitado. Só mesmo em um cômodo bem amplo é que daria pra fazer uma ousadia dessas.

Fotos via Marie Claire Maison | Casa de Valentina | Casa Claudia | AMC Arquitetura | Contemporist | Yatzer

Anúncios

SEXTA INSPIRADA! PÉ-DIREITO DUPLO

{ Clique na imagem para ler todas as matérias da coluna }

Todo mundo gosta de pé-direito alto, certo? Mas não é todo mundo que sabe como aproveitar esses privilégios arquitetônicos – afinal, são pra poucos. Selecionamos alguns projetos super bacanas com propostas ousadas e estilosas para ambientes com o teto nas alturas. Confira!

A beleza da simetria

O arquiteto Roberto Migotto dispensa apresentações. Todo mundo já sabe que ele é sofisticado até o último fio de cabelo e seu bom gosto é inquestionável. Mais um exemplo desse talento sem igual é essa residência com living amplo e integrado, onde cada detalhe reflete o cuidado de Roberto em criar espaços atraentes e impactantes. Confortáveis, os móveis ganharam acabamentos em tons neutros, que variam entre marrons e brancos.

 Iluminação em foco

Instalada em uma construção secular, mais precisamente o Palacete Lineu de Paula Machado, a Casa Cor RJ de 2011 foi marcada pela mistura da arquitetura do século XIX com a decoração contemporânea. Um dos grandes destaques do evento foi o living concebido por Gisele Taranto, onde esse mix de épocas também se fez presente. Para valorizar o pé-direito generoso, a arquiteta bolou uma criativa instalação de luminárias pendentes.

Banco criativo

De frente para o mar, um enorme prédio na cidade de Elsinore, na Dinamarca, um dia já foi um galpão destinado à construção naval. Felizmente, o governo e os arquitetos do estúdio AART conseguiram dar uma utilidade bem mais nobre à estrutura, transformando-a no centro cultural The Culture Yard. Um dos corredores, repleto de luz natural que entra pela fachada de vidro, ganhou um banco alto com formas geométricas, valorizando o pé-direito.

Ladeado pelo jardim

Enormes panos de vidro nas duas laterais fazem com que esse ambiente pareça estar no meio do jardim. E a ideia do arquiteto Marco Aurélio Viterbo era mesmo essa, criar um living onde a integração visual com a área externa da casa fosse constante. Para compor a decoração sofisticada e atemporal, foram selecionadas peças de desenho contemporâneo e revestimentos em cores neutras, garantindo que o tom que predomina seja o verde lá fora. { Conheça o projeto completo no Casa de Valentina }.

Escada estratégica

Em alguns espaços, o pé-direito duplo precisa ser aproveitado ao máximo, seja para expor grandes coleções ou até mesmo para a instalação de armários até o alto, multiplicando os cantinhos pra esconder louças ou livros. O porém é que assim tudo o que está guardado fica literalmente inalcançável. É nessas horas que entra em cena uma escada esperta com rodinhas na base e pronto! Problema resolvido.


A estante é a protagonista

Saber aproveitar cômodos com tetos altíssimos não é tarefa fácil. Por isso, assim que se deparou com o pé-direito de 5 metros da sala, a jovem dona desse apartamento em um bairro nobre de São Paulo logo recorreu à ajuda da arquiteta Paula Magnani. A proposta da profissional foi usar uma enorme estante branca como divisória entre o living e o home office, que fica logo ao lado. Alternados e de tamanhos diferentes, os nichos abertos e fechados dão movimento à peça de marcenaria.

Um hotel descontraído

Cores fortes como azul, verde e vermelho são elementos constantes no décor do hotel Hi em Nice, no litoral da França. A proposta desse hotel é diferente da dos outros. Nele não te fazem sentir em casa, e também não fazem sentir-se como um convidado de luxo. Lá no Hi a ideia é favorecer a convivência, a troca de experiências e as novas descobertas. Talvez seja por isso que os espaços sociais sejam tão interessantes. O projeto é de Matali Crasset.

Fotos via Folha Vitoria | Loveisspeed | Dezeen | Casa de Valentina | Pinterest | Casa Claudia | Abcsalles

ACHADOS DA SEMANA

{ O preto sempre teve seu espaço na decoração. Nessa sala de jantar, ele está presente no teto, nas paredes e nos móveis. Inspire-se em um lindo ambiente e descubra produtos e móveis nessa cor que nunca sai de moda. }

Almofadas com estampas divertidas da loja Ferm Living // Estante suspensa super original idealizada por Ditte Hammerstrom // Estante Quitante feita com caixas de plástico, uma criação dos designers paulistanos do 20.87 Estúdio // Mesa Element 002 de Jaime Hayon na Micasa // Banquinho da loja Theodora Home // Aparador com várias gavetas da Boca do Lobo // Cadeira Spiderwoman de Louise Campbell para a marca Hay // Almofada Matrioskas da loja PopShopOnLine

ACHADOS DA SEMANA

Castiçal Allas assinado por Andreas Engesvik // Frigobar customizado Icebox da Dbox // Cadeira Panton infantil na loja Obravip // Cooler Vértice Vitra de acrílico // Sofá Mellow criado por Francesco Rota na Casual Exteriores // Estante com efeito tridimensional Imeuble by Bjorn Jorund Blikstad // Abajur Ava Cores à venda na loja Sd Online // Cestos de tecido 2-Pack da marca H&M // Cadeira RU de Shane Schneck na loja Danish Design

SEXTA INSPIRADA! HOME OFFICE

Com as cidades cada vez mais atoladas pelo trânsito, a solução de trabalhar em casa parece ganhar cada vez mais adeptos. Além de proporcionar mais conforto, menos stress e menos gastos, os home offices ainda permitem que a pessoa conviva mais com os filhos ou animais de estimação. Confira alguns ambientes que provam que o futuro do trabalho é ser feito dentro do lar doce lar.

Jardim na parede

Mesmo pequeno, o home office das cenógrafas Gigi Barreto, Olivia Azevedo e Natasha Frota, consegue surpreender qualquer um. Isso porque, em busca de deixar o ambiente mais aconchegante e poético, elas tiveram a incrível ideia de forrar a parede da janela com hera sintética. Essa foi uma maneira inusitada de trazer a natureza mais pra perto — mesmo que seja artifical.

Iluminação diferenciada

Por mais que esse projeto seja um espaço de mostra, a metragem reduzida o aproxima dos escritórios reais, onde é preciso tirar proveito de cada cantinho disponível. O grande diferencial é o pé-direito duplo, que permitiu a brincadeira com pendentes e travas de aço proposta pelos designers Marcelo Jardim e Tiago Freire. Essa foi mais uma participação da dupla na Casa Cor RJ, na edição de 2011.

Com vista para o verde

Praticamente todos os cômodos da residência idealizada por Lia Siqueira em Mangaratiba, no Rio, se relacionam com o jardim, inclusive o home office. Ao invés de divisórias fixas, portas de correr fazem a ligação entre interior e exterior, enquanto a bancada de madeira fica desencostada das paredes. Com poucos móveis e objetos, o maior destaque do ambiente é mesmo o lado de fora.

Alma de artista

Obras de arte e peças de estilos completamente diferentes — uma mesa de centro rústica e uma bancada de trabalho futurista — convivem em perfeita sintonia na casa de uma artista plástica francesa. Ali, no living mesmo, a moradora consegue trabalhar sem preocupação e ainda desfruta da luz natural vinda do terraço. A estante de madeira reúne poucos elementos, sem pesar no visual.

Estante vazada, mais claridade

Em um amplo ambiente praticamente sem divisórias, o arquiteto e designer Omer Arbel propôs um home office integrado ao restante da área social para o lar de seu colega de trabalho. Na estante, com desenho também assinado por Arbel, o morador guarda sua coleção de discos, livros e arranjos de cactos.

Inspiração no ateliê

Além da luminosidade natural, que se reflete no piso e nas paredes brancas, a grande sacada desse escritório é que a bancada fica no centro do ambiente, longe de qualquer parede. A mesa branca também possui um detalhe bem bacana: sob o tampo de vidro é possível guardar objetos e livros, ou mesmo imagens de inspiração. Com pés de cavalete, o móvel pode facilmente ser reproduzido em qualquer marcenaria. Para tornar o cantinho ainda mais charmoso, a luminária azul fica ao lado do vaso de flores, que são sempre bem-vindas.

Fotos via Casa Claudia | Bamboo | Jean Francois Venet | Dwell | The Style Files

SEXTA INSPIRADA! SALAS DE JANTAR

Nos lares contemporâneos, a sala de jantar conquistou definitivamente seu espacinho na área social, o que fez com que esses ambientes ficassem cada dia mais bonitos. Além disso, as grandes mesas passaram a ser usadas todos os dias, e não apenas em eventos ou festas pros amigos. Descubra cinco projetos surpreendentes que deixam a melhor hora do dia ainda mais gostosa.

Vitrine de memórias

Despojado, o apartamento da jovem arquiteta Gabriela Marques tem uma área social totalmente livre de paredes, onde cozinha, sala de jantar e home theater convivem em harmonia. Atrás da mesa de refeições, uma grande estante de marcenaria conta com diversos nichos quadrados onde Gabi expõe peças de decoração e itens queridos garimpados em viagens. Conheça o apê completo no Casa de Valentina.

Identidade brasileira

Idealizada por ninguém menos que o grande arquiteto modernista Paulo Mendes da Rocha, essa casa em São Paulo possui aberturas estratégicas que permitem a entrada de luz do sol em praticamente todos os cômodos. Com acesso a um pequeno terraço interno, a sala de jantar é um destaque à parte, com seu piso de azulejos hidráulicos coloridos e cadeiras descoordenadas.

Imponente e colorida

A tarefa da badalada designer Ilse Crawford não era fácil: como modernizar um casarão georgiano na Inglaterra sem comprometer a importância histórica do imóvel? Seus muitos anos de experiência na área a ajudaram a bolar um projeto definitivamente único. Uma das mudanças mais drásticas propostas por Ilse foi a de transformar o antigo salão de festas na sala de jantar com cozinha integrada. Pra arrematar a mistura entre presente e passado, cadeiras coloridas fazem par com um enorme espelho de moldura dourada.

Inspiração nórdica

Branco total. No piso de madeira pintada, nos móveis e nas paredes, a cor domina o espaço clicado pela fotógrafa Petra Bindel. A iluminação natural invade a sala através de uma porta envidraçada e reforça ainda mais a sensação de amplitude, além de valorizar o estilo escandinavo da residência.

Atmosfera masculina

Em tons sóbrios e escuros, o cinza e o marrom funcionam como pano de fundo para a mesa de jantar com cadeiras de madeira em um apartamento de ares masculinos na Bélgica. Nem mesmo o teto desse cômodo aberto é branco. Também cinza, ele destaca o divertido arranjo de luminárias pendentes pretas, fixadas como se estivessem todas interligadas, com os fios aparentes. Quem assina o décor é o estúdio Ooze.

Fotos via Casa de Valentina | Casa Vogue | Petra Bindel | Dezeen

Sexta Inspirada! Casa FOA

Há 28 anos, um grande evento agita o mercado de interiores e arquitetura de Buenos Aires: a Casa FOA, que em 2011 acontece entre os dias 09 de Setembro e 10 de Outubro. Instalada no prédio do Centro Metropolitano de Diseño, a Casa FOA traz uma edição repleta de home offices, estúdios e ateliês, como uma homenagem a todos os profissionais da indústria criativa argentina.

Estive em Buenos Aires esse mês mas não consegui conferir a mostra de perto! Imperdoável, eu sei. Mas, pra compensar, selecionei os melhores projetos pra compartilhar aqui. Confiram abaixo!

‘Desacelerando el Trabajo’

Nos últimos anos as pessoas têm trabalhado cada vez mais, muitas vezes deixando de lado sua vida pessoal e seus momentos de lazer. Para propor um equilíbrio entre esses dois setores, as designers María Cordero e Malena Perkins idealizaram um espaço onde a madeira clara e os tons neutros ajudam a criar um clima mais íntimo e relaxante, enquanto os confortáveis pufes e a almofada trançada estimulam aquelas pausas necessárias.

Em padrão ‘espinha de peixe’, o assoalho foi tonalizado com mais de 20 cores e traz um toque divertido ao projeto.

‘Estudio para un joven Diseñador’

Que designer não adoraria ter uma biblioteca com estantes de quase oito metros de largura cheias de publicações sobre arte, fotografia e arquitetura? Foi pensando nas necessidades de um jovem profissional da área que o escritório López + Penas projetou um estúdio equipado e descontraído. Cercada por paredes verde limão com iluminação especial, a bancada de vidro com pés de cavalete ganha destaque por suas dimensões generosas. Sobre ela, um numeroso conjunto de pequenos pendentes proporciona luz suficiente para longas horas de trabalho.

‘Espacio para un diseñador textil’

Moda, interiores e gastronomia se unem de forma surpreendente no ambiente concebido por Diana e Eliana Gradel para um estilista cujo hobby é cozinhar para os amigos. Numa mistura de espaço gourmet e ateliê, o lugar inspira a produção de ideias, seja na criação de um vestido ou em receitas mirabolantes. Além da parede principal e do forro em laranja vivo, as cores também aparecem nas bobinas de fios de costura e nas escadas de madeira que criam a ilusão de um cômodo no piso superior.

‘Calle del cartón’

Como uma alternativa para fugir do trânsito caótico e ainda ajudar o meio ambiente, as bicicletas estão sendo adotadas como meio de transporte diário por muitas pessoas. O trio de designers formado por Marta Saintotte, Florencia Calvella e Verónica Lorenzo, decidiu explorar essa questão transformando uma área externa sem graça em um bicicletário encantador, com direito a vasos de flores, um grande jardim vertical e bancos coloridos para o descanso.

‘Divertirse y trabajar’

Uma grande bancada de trabalho e muitas referências à natureza marcam o espaço elaborado pelo designer Flavio Dominguez. Na ponta da mesa em formato curvilíneo, uma pequena árvore de madeira funciona como uma coluna-cabideiro. Pintado de verde, o assoalho guia a paleta de cores do projeto.

Fotos via: Arquimaster

%d blogueiros gostam disto: