Posts Tagged ‘ Isay Weinfeld ’

CASA YUCATAN POR ISAY WEINFELD

{ Em Setembro de 2010, publicamos aqui a Casa Yucatan, idealizada por ninguém menos que o arquiteto Isay Weinfeld. Acontece que essa semana descobri fotos ainda mais incríveis desse projeto e não tinha como não compartilhar, então decidi deletar total o post velho, porque tenho certeza que vocês vão se inspirar bem mais agora, com as novas imagens. }

Em uma relação quase que poética, todos os ambientes estabelecem contato com a natureza ao redor, seja através de grandes aberturas ou de panos de vidro em posições estratégicas. Cercada pelo verde por todos os lados, a residência de 900 m² conta com um amplo jardim assinado pela paisagista Isabel Duprat, onde espécies exuberantes emolduram a piscina natural e os espelhos d’água.

Tanta vegetação não é exagero, aliás, em uma cidade conturbada e acinzentada como São Paulo, é um privilégio poder chegar em casa e repousar os olhos sobre as folhagens e flores desse paraíso particular. Na escolha de materiais, Weinfeld também explorou as texturas e acabamentos naturais, usando pedras rústicas e a madeira como um dos revestimentos principais.

Luz natural é o que não falta, ela invade os interiores e destaca cada peculiaridade, como as paredes de cimento ou tijolinho branco. Os moradores, cheios de personalidade, foram a peça-chave para que o arquiteto conseguisse conceber uma morada singular, que revela surpresas a cada cômodo. De pérgolas de madeira e pedras brutas servindo como degrau a instalações e obras de arte, tudo encanta e impressiona nesse lar.

É fã de Isay Weinfeld como eu? Tem mais matérias sobre ele aqui.

Fotos via Knstrct

Anúncios

Hotel Square Nine por Isay Weinfeld

Para os profissionais realmente talentosos, não existem fronteiras. Suas realizações chegam até mesmo aos lugares mais improváveis, como a cidade de Belgrado, na Sérvia, que esse ano ganhou um hotel idealizado pelo aclamado arquiteto brasileiro Isay Weinfeld. Com ambientes marcados por um luxo casual – do tipo acolhedor, e não intimidante ou ostensivo – o Square Nine proporciona a seus hóspedes uma estadia em grande estilo.

Apesar da fachada despretensiosa, o interior do hotel possui uma atmosfera sofisticada e aconchegante, bem ao estilo Isay Weinfeld. Nas áreas comuns e em todas as suítes, o mix de materiais naturais como a madeira e o couro é valorizado por detalhes em tons de cobre e móveis elegantes, criados especialmente para esse projeto. Algumas peças de antiquário também aparecem com todo o seu charme para enriquecer o lobby.

Conheça também residências e estabelecimentos concebidos pelo arquiteto.

Sexta Inspirada! São Paulo

Em homenagem ao aniversário de 457 anos de São Paulo, que nos rendeu um feriadinho essa semana, a Sexta Inspirada! de hoje traz projetos de casas e apartamentos construídos aqui na terra da garoa.

1. Pra começar com o pé direito, conheçam o apartamento projetado por Felipe Hess e Renata Pedrosa, que fica no edifício Copan, um dos maiores marcos arquitetônicos da cidade. A idéia era transformar o apê de 3 dormitórios em um amplo loft, por isso a maioria das paredes foi derrubada, restando apenas colunas e vigas de concreto, material que também está presente em prateleiras e bancadas.

2. Com apenas seis metros de altura e de largura, a Casa Cubo se encaixa perfeitamente num modesto terreno de uma vila na Zona Oeste. Inspirados pela atual arquitetura oriental, o arquiteto Juan Pablo Rosenberg buscou trazer bastante luminosidade natural com aberturas estratégicas e ambientes amplos, com predomínio do branco na fachada e nos espaços internos.

3. Nesse apartamento de 240m² no Jardins, o designer Marcelo Rosenbaum misturou um pouquinho do seu estilo com o estilo dos proprietários, buscando também algumas referências em filmes. Estampas e cores aparecem em todo o apê, nas almofadas, no piso de ladrilhos hidráulicos e nos diversos papéis de parede, espalhados pela sala e pelo dormitório.

4. A casa de 10×40 metros projetada pelos arquitetos do GrupoSP tem uma área social com pé-direito triplo, fechada por esquadrias de vidro nas duas extremidades, o que deixa o interior totalmente visível. Ocupando a parede mais larga da estrutura, feita de concreto armado, existe uma impressionante estante que abriga cerca de 7.500 livros.

5. As ‘caixas’ horizontais de alvenaria já se tornaram um dos traços marcantes das obras de Márcio Kogan e a Casa Panamá é mais um desses projetos fantásticos. A residência foi projetada para um colecionador de arte brasileira e por isso os espaços são amplos e exibem imensas paredes brancas, que trazem um ar de galeria a casa, mas sem tirar o conforto e a intimidade.

6. Finalizada em 2007, a Casa Sumaré é um dos projetos recentes de Isay Weinfeld que mais repercutiram no exterior. Devido às leis da prefeitura, a construção não podia passar de 2 andares, por isso foi necessária a criação de um andar abaixo do nível da rua, que abriga a casa do caseiro e o atelier da proprietária, uma designer apaixonada por arte.

Sexta Inspirada! Livros

Nada como começar o próximo ano aumentando a bagagem cultural. Então, já que estamos em época de férias que tal aproveitar pra conhecer novos livros? Indicamos obras com temas entre interiores, arquitetura, graffiti e ilustração. Escolha um deles e boa leitura!

1. Um dos lançamentos nacionais mais recentes é o livro ‘Entre sem Bater’, de Marcelo Rosenbaum. A obra conta detalhes da reforma da primeira casa do arquiteto, desde a escolha do imóvel até a infância, viagens e sonhos do profissional. Rosenbaum discorre em 12 capítulos sobre sua conquista após anos vivendo de aluguel e o prazer de morar e de lançar raízes.

2. Lançado em Agosto desse ano, a obra ‘São Paulo em Vinte Artistas’ é uma iniciativa da marca Cavalera e reúne o trabalho de 20 jovens designers com diferentes visões sobre a cidade de São Paulo. Entre ilustrações, pinturas, colagens e fotografias, estão obras de Dea Lellis, Renan Cruz, Dimas Forchetti e Mono Crew.

3. Pros apreciadores de arquitetura, esse livro é praticamente um item de colecionador. A obra Isay Weinfeld é uma seleção de 15 projetos residenciais do arquiteto, realizados entre 1998 e 2007. O livro traz detalhes das construções, plantas baixas e incríveis fotografias de projetos memoráveis como a Casa Marrom e a Casa D’água (foto).

4. Em seus projetos, o arquiteto Arthur Casas é profundamente influenciado por referências da cidade de São Paulo. Por isso ele resolveu criar um livro em homenagem à metrópole paulista, reunindo informações sobre os seus melhores projetos realizados aqui e também sobre alguns importantes marcos da arquitetura paulistana que o inspiram.

 

5. A intenção do autor do livro ‘Pichação não é Pixação’ foi a de classificar e expor os variados estilos de pixação, discorrendo sobre as diferentes formas de intervenção urbana. Atualmente, o graffiti e a pixação são duas das maiores características que definem a paisagem urbana, então é sempre interessante aprender um pouco mais sobre esse assunto.

6. E se o assunto é graffiti, um livro bem interessante e completo é ‘O Mundo do Grafite’, que apresenta diversos artistas de rua e conta suas histórias resumidamente, mostrando alguns de seus trabalhos. Através de uma viagem por diversos países, o livro mostra o que atrai os artistas para o universo do graffiti e como cada região tem diferentes referências e inspirações.

 

 

 

Sexta Inspirada! Livings

Todos dizem que a cozinha é o coração da casa, mas é no living que as coisas realmente acontecem. Seja para encantar as visitas ou para estar reunido em família, o living é o ambiente central da maioria das casas, independentemente do estilo ou do tamanho. Confiram alguns projetos de espaços de estar que são verdadeiros deleites visuais.

1. Como diretor da São Paulo Fashion Week, Paulo Borges vive na correria durante o horário de trabalho, mas, quando chega em casa, só quer curtir seu filho e relaxar. No living do apê de 500m² o pé-direito generoso permitiu o uso de iluminação cenográfica e o piso original de parquet foi restaurado. O mobiliário é composto por peças baixas, que não criam barreiras visuais e por isso ampliam a sala, que exibe peças de artesanato brasileiro. O projeto é assinado pelo arquiteto e amigo Marlon Gama.

2. O casal Delpin comprou uma casa dos anos 40 em San Juan, Porto Rico, e após viverem nela durante 7 anos, resolveram contratar o arquiteto Nataniel Fúster para ajudá-los a integrar os ambientes. Eles queriam adaptar a casa para aproveitar a iluminação natural sem perder a privacidade, por isso foram instaladas 3 grandes clarabóias no teto de concreto do living. Além disso, foi criada uma pequena piscina que fica em uma das laterais do espaço, unindo o conforto e o lazer da família em um só lugar, num estilo bem tropical.

3. A Casa Marrom é um dos grandes projetos do arquiteto brasileiro Isay Weinfeld e o living foi um ambiente especial, criado a partir de um desejo do proprietário: ele queria se sentar no sofá e ao mesmo tempo poder encostar a mão em uma piscina. Pra atingir esse objetivo tão peculiar, a área do sofá teve de ficar num nível abaixo da mesa de jantar para se aproximar mais da piscina na área externa.

4. Esse ambiente foi publicado na revista Living Etc e mostra uma proposta de living informal e divertido. O sofá convencional é substituído por almofadas grandonas e confortáveis acomodadas em um tapete quentinho, que é um verdadeiro convite para “se jogar”. Na parede dos fundos, o adesivo de árvore ajuda a completar o visual zen.

5. Em 2005 o arquiteto Arthur Casas concluiu a construção de uma casa para ele e sua família em Iporanga, pequeno município de São Paulo. A intenção do projeto era estar em contato com a natureza e é no living que essa intenção foi colocada em prática. Centralizado entre dois cubos simétricos que abrigam os outros cômodos, o ambiente possui pé-direito de 11 metros e é fechado por enormes esquadrias de vidro dos dois lados da fachada, dessa forma fica literalmente cercado pela Mata Atlântica. Como que se flutuasse, uma passarela com guarda-corpo de vidro liga os dois blocos da casa no andar superior.

6. No apartamento decorado por Francisco Calio, o living não tem dimensões grandiosas, mas mesmo assim aparenta ser um espaço amplo e confortável. Para torná-lo aconchegante mesmo sem usar tapetes, o arquiteto sugeriu um piso com tábuas de madeira de demolição, que adquiriu um visual contemporâneo graças aos móveis coloridos que complementam o conjunto.

Imaginários Livres

cadeira Bonfim de Alfio Lisi

Hoje, dia 17/11, às 19 horas, vai ter festa do design brasileiro no MuBE. A marca Dpot, cuja diretora de criação é ninguém menos que Baba Vacaro, vai fazer o lançamento de sua nova coleção, chamada Imaginários. A coleção foi uma proposta de Baba, que convidou grandes nomes da arquitetura e do design brasileiro para dar asas à sua imaginação, como o próprio nome sugere, e o melhor, sem ter que pensar se o móvel criado seria viável para a comercialização ou não.

Algumas das mentes criativas por trás dessa nova linha de móveis são Isay Weinfeld, Sérgio Rodrigues, Isabela Vecci, Ronaldo Fraga, Jum Nakao, Claudia Moreira Salles, entre outros, além da própria Baba Vacaro, é claro. Entre as 20 peças expostas encontram-se muitas idéias de reaproveitamento de materiais, design conceitual e novas visões sobre o conceito brasileiro de morar e sobre nossas relações com a casa. A variedade da coleção reflete a diversidade da cultura nacional, rica de detalhes e influências.

relançamento da poltrona Chifruda de Sérgio Rodrigues

E a iniciativa não pára por aí: em parceria com o canal GNT, a Dpot criou uma série de 5 documentários que serão exibidos pelo canal a partir do dia 06 de Dezembro. Os programas exibem um panorama da arquitetura e do design brasileiro nas últimas décadas através das histórias de cinco ícones nacionais: Isay Weinfeld, Sérgio Rodrigues, Bernardes & Jacobsen, Carlos Motta e os irmãos Campana. I-M-P-E-R-D-Í-V-E-L!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Casa Santo Amaro de Isay Weinfeld

Com aproximadamente 4.000 m² de terreno arborizado, essa residência é um verdadeiro abrigo pra quem quer fugir do caos de São Paulo. Localizada no agitado bairro de Santo Amaro, a casa de 1.200 m² projetada por Isay Weinfeld parece estar isolada da correria da cidade e aberta para a tranqüilidade trazida pela natureza.

Um traço marcante de Weinfeld pode ser reconhecido nos ambientes bem amplos e sem muita informação, o que valoriza ainda mais os elementos arquitetônicos da estrutura. O verde é uma parte fundamental do projeto, já que o grande jardim, criado pela paisagista Isabel Duprat, determinou a posição dos ambientes mais importantes, que ficam todos voltados para ele e assim recebem muita iluminação natural.

Entre as exigências dos moradores, amantes da música e da arte, estava um espaço de dimensões generosas que acomodasse 3 pianos, que ficam logo na entrada do living. Em uma das laterais da casa, uma piscina estreita é acompanhada por um longo deck que completa a área de lazer da família.

Confiram também a Casa Grécia, de Isay Weinfeld.

Este slideshow necessita de JavaScript.

* English Version

With nearly 4.000 square feet of wooded land, this home is a real shelter for those who want to scape from the chaos of São Paulo. Located in the restless neighborhood of Santo Amaro, the house designed by the brazilian architect Isay Weinfeld appears to be isolated from the city and open to the tranquility brought in by the nature.

A striking feature of Weinfeld designs can be noticed in the wide rooms with not much information, which values the architectural elements of the place. The green is a central part of the project and has determined the position of the main rooms, that face the big garden and receive a lot of natural lighting.

Check out Grécia House, also designed by Isay Weinfeld.

%d blogueiros gostam disto: