Posts Tagged ‘ mostras ’

EXPOSIÇÃO RE.VO.A.DA DE VITI GROSMAN

Desde o começo do ano, o artista plástico Viti Grosman vem se preparando para a Re.vo.a.da. Reunindo 7 obras inéditas, uma instalação com pequenas imagens de pássaros e uma projeção no teto, a exposição teve início ontem, dia 29/11, na Cor Galeria, em Florianópolis. Segundo Viti, o nome Re.vo.a.da traduz algumas das mudanças pelas quais sua vida pessoal e profissional estão passando.

Das janelas de sua casa, Viti pode contemplar partes do céu e do mar do Sul do país, perdendo-se no cenário dominado por tons de azul esverdado. Talvez seja por isso que ele tenha escolhido essa mesma cor como pano de fundo para 90% dos trabalhos exibidos no evento. A imensidão azul também o motivou a criar telas bem grandes, nas quais sentiu-se à vontade para ousar largas pinceladas e gestos desprendidos. Livre, como os pássaros.

Pra mergulhar os visitantes ainda mais fundo na atmosfera da mostra, o vídeo projetado revela imagens da pesquisa feita para o desenvolvimento das telas. Confira um trechinho abaixo.

[vimeo http://vimeo.com/32442260 w=510]

Re.vo.a.da, de Viti Grosman
de 29 de novembro a 17 de dezembro
Cor Galeria – Avenida Afonso Delambert Neto, 619
Florianópolis – SC

Imagens via Idea Fixa

Anúncios

Sexta Inspirada! Casa FOA

Há 28 anos, um grande evento agita o mercado de interiores e arquitetura de Buenos Aires: a Casa FOA, que em 2011 acontece entre os dias 09 de Setembro e 10 de Outubro. Instalada no prédio do Centro Metropolitano de Diseño, a Casa FOA traz uma edição repleta de home offices, estúdios e ateliês, como uma homenagem a todos os profissionais da indústria criativa argentina.

Estive em Buenos Aires esse mês mas não consegui conferir a mostra de perto! Imperdoável, eu sei. Mas, pra compensar, selecionei os melhores projetos pra compartilhar aqui. Confiram abaixo!

‘Desacelerando el Trabajo’

Nos últimos anos as pessoas têm trabalhado cada vez mais, muitas vezes deixando de lado sua vida pessoal e seus momentos de lazer. Para propor um equilíbrio entre esses dois setores, as designers María Cordero e Malena Perkins idealizaram um espaço onde a madeira clara e os tons neutros ajudam a criar um clima mais íntimo e relaxante, enquanto os confortáveis pufes e a almofada trançada estimulam aquelas pausas necessárias.

Em padrão ‘espinha de peixe’, o assoalho foi tonalizado com mais de 20 cores e traz um toque divertido ao projeto.

‘Estudio para un joven Diseñador’

Que designer não adoraria ter uma biblioteca com estantes de quase oito metros de largura cheias de publicações sobre arte, fotografia e arquitetura? Foi pensando nas necessidades de um jovem profissional da área que o escritório López + Penas projetou um estúdio equipado e descontraído. Cercada por paredes verde limão com iluminação especial, a bancada de vidro com pés de cavalete ganha destaque por suas dimensões generosas. Sobre ela, um numeroso conjunto de pequenos pendentes proporciona luz suficiente para longas horas de trabalho.

‘Espacio para un diseñador textil’

Moda, interiores e gastronomia se unem de forma surpreendente no ambiente concebido por Diana e Eliana Gradel para um estilista cujo hobby é cozinhar para os amigos. Numa mistura de espaço gourmet e ateliê, o lugar inspira a produção de ideias, seja na criação de um vestido ou em receitas mirabolantes. Além da parede principal e do forro em laranja vivo, as cores também aparecem nas bobinas de fios de costura e nas escadas de madeira que criam a ilusão de um cômodo no piso superior.

‘Calle del cartón’

Como uma alternativa para fugir do trânsito caótico e ainda ajudar o meio ambiente, as bicicletas estão sendo adotadas como meio de transporte diário por muitas pessoas. O trio de designers formado por Marta Saintotte, Florencia Calvella e Verónica Lorenzo, decidiu explorar essa questão transformando uma área externa sem graça em um bicicletário encantador, com direito a vasos de flores, um grande jardim vertical e bancos coloridos para o descanso.

‘Divertirse y trabajar’

Uma grande bancada de trabalho e muitas referências à natureza marcam o espaço elaborado pelo designer Flavio Dominguez. Na ponta da mesa em formato curvilíneo, uma pequena árvore de madeira funciona como uma coluna-cabideiro. Pintado de verde, o assoalho guia a paleta de cores do projeto.

Fotos via: Arquimaster

Sexta Inspirada! Casa Cor Minas Gerais

No dia 20 de Agosto foi aberta ao público a mostra Casa Cor Minas Gerais 2011, que comemora sua 17ª edição em uma área de 30 mil m² nos arredores de Belo Horizonte. São mais de 80 profissionais responsáveis por 55 espaços que reúnem ideias, tendências e o melhor do design de interiores do estado. Escolhemos os seis projetos mais bacanas pra dar a vocês um gostinho de tudo o que o evento reserva.

* Clique nas imagens para vê-las em um tamanho maior.

Sala de TV por Bernadette Correa

Premiada como o Melhor Projeto da mostra, a Sala de TV idealizada por Bernadette Correa une sofisticação e estilo em uma atmosfera casual e familiar. A grande vedete do ambiente é o Lyptus, madeira ecofriendly que reveste as paredes, o teto e o piso, criando uma verdadeira ‘caixa’ onde móveis aconchegantes contracenam com luminárias de grandes marcas. Outro ponto de destaque é a estante com nichos iluminados.

Living do Enólogo por Angélica Araújo

No Living do Enólogo, de Angélica Araújo, o cinza domina a paleta de cores e traduz a sobriedade de um cômodo masculino, destinado aos amantes do vinho e seus momentos de lazer. Na mesa de jantar, cadeiras de palhinha e um móvel espelhado que funciona como bar e adega, armazenando as garrafas de bebida.

Loft 43 por Luís Fábio Rezende

Elegância é a palavra-chave do Loft 43, assinado por Luís Fábio Rezende. Móveis contemporâneos e clássicos receberam revestimentos luxuosos como camurça, couro, seda e até mesmo folhas de ouro velho. Nas paredes, painéis em laca preta brilhante, espelhos, vidro preto e pastilhas em tons de bronze. Atrás do sofá, uma pequena copa/bar tira proveito da metragem reduzida usando um aparador de Jader Almeida como mesa.

Sala de Banho por Christianne Taranto

Apesar de ser chamado de Sala de Banho, o espaço projetado por Christianne Taranto é bem mais do que isso. Além da área destinada à banheira e ao chuveiro, a profissional planejou também uma bancada de maquiagem, uma cama de massagem e um pequeno estar com direito à televisão e lareira. Cobrindo uma das paredes, os ladrilhos hidráulicos especiais com desenhos de rosas em alto relevo garantem a feminilidade da composição.

Sala de Estar por Estela Netto

Criar um lugar para a família se reunir e desfrutar de bons momentos juntos. Foi com esse objetivo que a arquiteta Estela Netto concebeu a Sala de Estar, um ambiente que prima pelo conforto e bem-estar. Com dimensões generosas e tons neutros, os móveis usados foram desenhados pela própria arquiteta, assim como o painel de ônix iluminado. Próximo à televisão, um jardim vertical de samambaias traz um charme tropical.

Spa por Pedro Lázaro

Sem dúvida o Spa de Pedro Lázaro é um dos espaços mais interessantes de todo o evento. Sobre o fundo branco dos revestimentos, toques de cor aparecem na bancada amarela que abriga a cuba e na estrutura preta que funciona como divisória vazada. Impossível não notar o incrível projeto de iluminação: sancas estreitas recortam as paredes e o teto criando um efeito futurista.

Para maiores informações, como datas, horários e valores, visite o site oficial.

Fonte Imagens: Casa e Imóveis UOL

Top 5 | Samambaias

Depois de terem sido usadas exageradamente durante as décadas de 60, 70 e 80, as samambaias caíram no esquecimento. Até agora!

Expostas em jardins verticais, vasos suspensos e até dentro de móveis, as plantas de ar tropical voltaram a ser tendência, como comentamos na matéria especial Casa Cor SP 2011. Confira 5 exemplos de como usá-las dentro (e fora) de casa. 

# 1 Na cobertura onde a arquiteta Juliana Battaglia vive com a família, o jardim vertical bolado pela paisagista Caterina Poli exibe as folhagens da espécie em variados tons de verde.

# 2 Painéis de muxarabi fazem companhia para as plantas suspensas no dormitório de hóspedes idealizado por Guilherme Torres.

# 3 Em seu ambiente para a mostra Casa Cor Goiás 2011, a designer Rosângela Queiroz elegeu as samambaias devido à sua alta resistência e fácil manutenção. Os arranjos foram dispostos dentro de armários sem portas.

# 4 Até mesmo nos escritórios o verde é benvindo. No espaço de convivência projetado pelos arquitetos do estúdio Woods Bagot os vasos de fibra sintética pairam sobre a mesa e se acumulam em prateleiras de piso.

# 5 O veterano Roberto Migotto usou e abusou da espécie em seu projeto na Casa Cor SP 2008. Logo em frente à cama de casal, a sala de banho ganhou um enorme jardim vertical que explora as texturas das folhas.

Achado

A moringa estampada da loja Od. Design é delicada e já ajuda a entrar no clima.

Sexta Inspirada! Hyundai Mostra Black

Pois é, eu tinha me recusado a pagar R$ 100,00 pra entrar na Hyundai Mostra Black. E realmente não acho que vale a pena esse investimento, pelo menos pra mim, que não sou abastada como a maioria das pessoas que freqüentou o evento. Mas enfim, como ganhei um convite, não podia deixar de ir conferir os feitos de tantos arquitetos e designers importantes. Selecionei aqui os melhores projetos para quem não teve a oportunidade de ir.

O formato butique, com apenas 14 espaços, foi bem interessante porque permitiu que o público apreciasse melhor cada detalhe das composições, das esculturas inusitadas ao bilhete escrito pelo próprio João Armentano, fixado em uma escada.

1. Meu favorito foi o Apartamento em Paris, assinado por Dado Castello Branco. Além de ser um apê completo, com sala de banho, cozinha gourmet e living integrado à suíte, o que chamou minha atenção é que era um lugar real, habitável, sem a pretensão de ser conceitual ou inovador, mas que reflete o verdadeiro apreço do arquiteto pela sofisticação. Os tons de cinza e marrom reforçam a atmosfera elegante e masculina.

2. Logo após a bilheteria, um dos ambientes mais atraentes do evento: o Lounge Garagem, concebido por Fernanda Marques para ser o reduto de um homem moderno, apaixonado por arte e design. Uma surpreendente caixa de vidro de 150m² foi construída para acolher o cenário criado pela arquiteta. Ao redor dessa estrutura, jardins verticais proporcionam privacidade para os preciosos momentos de lazer, como ouvir música e compartilhar um vinho com os amigos.

3. Sendo um dos mais celebrados arquitetos brasileiros da atualidade, Roberto Migotto não podia passar batido em um acontecimento grandioso como esse. Seu dramático lounge cor de sangue foi sem dúvida um dos grandes destaques da mansão, representando toda a ousadia e elegância do profissional, que mistura como ninguém peças contemporâneas e clássicas.

4. Se no ano passado João Armentano causou furor com o seu revolucionário porão na Casa Cor SP, na Hyundai Black ele investiu em um cômodo da casa totalmente oposto: o sótão. Partindo do princípio de que ‘ser simples é um grande luxo’, o arquiteto aboliu qualquer extravagância e apostou na amplitude das paredes e teto brancos e na requintada combinação de móveis de qualidade e obras de arte. Uma imensa bancada suspensa paira sobre o piso de limestone, trazendo ainda mais leveza ao ambiente.

5. Ao final da mostra, os visitantes, cansados de subir e descer escadas, são recebidos em um espaço convidativo e informal, forrado de pufes macios e fotografias de animais. Idealizada pelo baiano David Bastos, a Champanheria de 80m² lembra um bangalô á beira da praia e se integra à área externa através de imensas venezianas de madeira teca, que favorecem a ventilação cruzada e a iluminação natural.

6. Unindo natureza e tecnologia, o jardim principal, criado pelo famoso paisagista Alex Hanazaki, teve o extenso muro de 7 metros de altura coberto por plantas de diversas espécies que, durante a noite, recebem projeções de imagens, como se fossem um enorme telão vivo. Com direito à passarela, piscina, espelho d’água e um gazebo incomum, o espaço favorece a contemplação.

Veja também nossa matéria especial sobre a Casa Cor São Paulo 2011.

Sexta Inspirada! Escolas e Brinquedotecas

Depois de falar sobre a Casa Kids em nossa matéria especial sobre a Casa Cor São Paulo, fiquei empolgada e resolvi pesquisar mais sobre esses ambientes voltados somente aos pequeninos. Conheça creches contemporâneas, escolas cheias de cores e brinquedotecas que são como sonhos de criança, para inspirar um fim de semana divertido.

1. Contrariando aquela idéia de que os hotéis preferem a ausência dos pequenos, o David Citadel, um cinco estrelas em Jerusalém, convidou o arquiteto Sarit Shani Hay a criar uma brinquedoteca moderna para entretê-los, tornando a estadia mais prazerosa tanto para os pais quanto para os filhos. Com direito a mini cozinha, feira de mentirinha, moinho e pufes em formato de animais, o espaço mistura as cores azul, vermelho e branco e é sucesso unânime entre a criançada de todas as idades.

2. É fato que nem toda criança gosta de leitura. Para incentivá-las a apreciar um bom livro, foi criada na China a Kids Republic, uma biblioteca destinada especialmente às publicações infantis. As típicas estantes aparecem em uma linguagem totalmente inesperada, subindo e descendo pela loja como um verdadeiro caminho colorido, com nichos redondos, escorregadores e passagens secretas. Até a escada é iluminada e multicolorida. Os responsáveis pelos interiores são os arquitetos do estúdio SAKO.

3. Uma pequena arquibancada de teca de reflorestamento com iluminação indireta é o maior destaque da Brinquedoteca idealizada pela arquiteta Renata Dutra para a mostra Casa Cor Brasília 2009. Focada na sustentabilidade, a profissional buscou representar a integração da mata com a cidade através de adesivos de árvore e casas, que cobrem todas as paredes, e brinquedos relacionados ao tema, como vegetais de pelúcia.

4. Os alunos da escola pública Public School and Primary (CEIP), em Roldan, na Espanha, vão aprender a respeitar o verde desde cedo. A arquitetura do prédio é simples e simula uma imensa casa térrea, mas o interessante mesmo é o revestimento natural da fachada, feito com uma espécie de grama que traz vida a toda a estrutura e cobre até mesmo o telhado. O incrível projeto foi elaborado pelo Estudio Huma e almeja aproximar as crianças de um habitat mais saudável.

5. No projeto de uma creche com mais de 800m² na Espanha, a dupla de arquitetos do escritório LosdelDesierto decidiu usar cores alegres em todos os ambientes, buscando estimular a imaginação da meninada. Na fachada, vidros redondos de diversos tamanhos funcionam como filtros, colorindo a luz do sol que entra pelas aberturas. Nos corredores e salas de recreação, piso e paredes foram cobertos por um acabamento vinílico listrado, com cores que lembram pirulitos e que tornam o dia ainda mais gostoso.

6. E não é que o arquiteto Márcio Kogan consegue fazer até mesmo uma escola para bebês de 0 a 3 anos ter um visual imponente e original? A fachada discreta da creche Primetime revela seus famosos blocos horizontais de alvenaria, sendo que o maior deles é revestido de concreto aparente, e o menor foi pintado em um tom verde limão para chamar a atenção. Dentro das instalações, rampas substituem as escadas e materiais não agressivos, como os pisos macios, se mostram ideais para os menores.

Veja também: Sexta Inspirada! Kids

Especial | Casa Cor São Paulo 2011

Leia nossa matéria especial sobre o maior evento de decoração, arquitetura e design do país. Tendências, ideias e os melhores ambientes segundo o REFERANS.

No lobby de entrada, com ambientação de Julio Takano, os visitantes são introduzidos ao tema dessa edição, Dia a Dia com Tecnologia, por corpos prateados com luminárias no lugar das cabeças. Um visual inusitado e bem futurista.

Depois de passar pela bilheteria, chegamos à praça das esculturas e seguíamos nosso caminho em direção à Casa Cor quando vimos que o acesso estava bloqueado e que, para chegar ao restante dos espaços, seríamos forçados a visitar a Casa Hotel antes. Isso foi realmente irritante, porque os ambientes estavam super lotados e não são preparados para receber todo o contingente de público de uma só vez. Muitos bloqueios, escadas apertadas e arquibancadas depois, finalmente conseguimos sair do hotel e andar livremente pela mostra. Ufa!

Tendências

Neon Lights

Normalmente usados em bares e estabelecimentos de gosto duvidoso, os letreiros neon assumem novo valor na decoração. Já mostramos aqui alguns projetos que utilizam esse recurso, mas depois de encontrar os luminosos em três ambientes da mostra – de estilos bem diferentes por sinal – podemos dizer definitivamente que eles serão tendência nos lares urbanos.

No E-Lounge, assinado pela renomada arquiteta Fernanda Marques, uma instigante frase se tornou um dos maiores destaques da composição. Dentro do evento paralelo Brastemp Gourmet, o neon rosa brilha junto aos lindos fogões retrô instalados na cozinha divertida de Cristina Barbara. Já no playground da Casa Kids, projetado por Daniela Bello, o céu imaginário ganhou estrelas e nuvens iluminadas, além do arco-íris no pergolado.

Samambaia Pop

Outro elemento decorativo que volta a ter espaço nas casas luxuosas são as samambaias, plantas até então vistas como simples e populares. Na Casa Cor, as encontramos subindo pelas paredes, presas ao teto, como no loft criado por Leo Shehtman e também em vasos, como no living cheio de ostentação de Jorge Elias. Algumas até foram parar dentro do closet, ideia conceitual das designers Daniella e Pricilla de Barros para a Suíte do Conquistador.

Jardim na estante

Armário também é lugar de planta! Como uma alternativa aos jardins verticais convencionais – que, apesar de lindos, podem ser repetitivos – a paisagista Gigi Botelho decidiu aproveitar algumas malas e livros velhos e transformá-los em vasos inusitados, que aparecem junto a telhas antigas e até uma cabeça de veado ecofriendly. Tudo isso está exposto em uma enorme estante de Peroba de demolição, como uma verdadeira biblioteca viva.

Os melhores

Na Cabana Urbana, idealizada por Fábio Galeazzo, o que mais chama a atenção é a estante circular de marcenaria, instalada ao redor de uma grande janela redonda, e o assento suspenso Nestrest, que representa um imenso ninho, proporcionando conforto e aconchego. Num clima bem brasileiro, o espaço reúne muitas outras sacadas interessantes, como as paredes multicoloridas, a cozinha giratória com cuba embutida, uma grande gaiola com lâmpadas ao invés de pássaros e o balcão da churrasqueira, coberto por azulejos estampados. Só pra completar, o designer ainda usou móveis assinados por profissionais brazucas, como o lindo aparador de Brunno Jahara e a poltrona Chifruda, de Sérgio Rodrigues.

Um dos nossos ambientes preferidos foi o Quarto do Jovem, criado por Paula Magnani e marcado por cores sóbrias e mobiliário despojado, como os cubos revestidos de azulejos do Estudiobola. Ao lado da cama com cabeceira revestida de lona, o cantinho de leitura conta com luminária holofote e poltrona de medidas generosas que traz comodidade para os estudos diários. A grande estante cinza, que serve de apoio para a bancada, tira proveito do pé-direito duplo e acomoda livros, DVDs e objetos queridos.

Foto acima: Reprodução

O premiado como melhor projeto de 2011 – e também meu favorito – foi o Concept Hall da Deca, concebido pelo veterano Roberto Migotto. Em um lounge de 270m² com estrutura de metal, o profissional instalou um grande espelho d’água, completando o interior com móveis de madeira, em tons cinza e amarronzados, e com os últimos lançamentos de louças e metais da Deca. Os destaques são a mesa de centro da Érea, coberta por um jardim de cactos, e o revestimento metalizado das paredes. Com o nome Club, o papel da marca holandesa Eijffinger tem efeito 3D e está à venda na loja Paper.com.

Foto acima: Reprodução

Foto acima: Reprodução

O mundo mágico das crianças

Na Casa Kids, a palavra de ordem é fantasia! De suítes com pequenas ‘tocas’ secretas a banheiros integrados com piso colorido, os cômodos são a realização dos sonhos de qualquer criança. O que mais gostei foi a escrivaninha / closet do Quarto da Estudiosa, de Éllen Cavalcante e Paula Ferraz. Uma gigante letra ‘A’ estrutura o móvel, valorizado pela pintura amarela e pela charmosinha cadeira Panton para pequenos.

Outra invenção meio maluca é a torneira lúdica da Brinquedoteca decorada pela Oca Oficina de Criação e Arquitetura. Uma chapa branca recortada em formato de nuvem esconde atrás de si diversas saídas de água que caem sobre uma bancada de pedra, simulando uma pequena chuva. O espaço ainda conta com uma enorme parece de lousa e uma roda-gigante com baldinhos que armazenam brinquedos e materiais escolares.

Ideias Possíveis

Nem todas as ideias da mostra são exageradas e impraticáveis. Algumas boas sacadas podem ser aproveitadas em nossas humildes casas, como a mesa de centro com base de garrafas vazias, destaque no lounge da Caixa, logo na entrada do evento. Estantes de acrílico ou vidro com prateleiras irregulares também podem ser reproduzidas em residências reais, assim como a horta na bicicleta, um dos detalhes encantadores da Praça das Palmeiras, idealizada pela paisagista Ana Paula Magaldi.

A Brigaderia de Flávia Gerab, além de ser um dos projetos mais lindos e docinhos de todos, revela quadros de crianças com fundos de tecido colorido, uma composição de pendentes solitários e bancos feitos de antigas latas reaproveitadas.

Foto acima: Reprodução

Fotos por Igor Giroto

Veja também nosso primeiro post sobre a mostra.

%d blogueiros gostam disto: