Posts Tagged ‘ papel de parede ’

Sexta Inspirada! Lar Doce Lar

Lá em 2006, quando aceitou participar do quadro Lar Doce Lar do programa de Luciano Huck, talvez Marcelo Rosenbaum ainda não tivesse noção de quantas vidas seriam afetadas por esse trabalho. Mais do que reformar casas, essa iniciativa traz de volta às pessoas a felicidade e a dignidade de viver em um lar que amam e que atenda suas necessidades, além de contribuir enormemente para a democratização do design e a valorização da cultura brasileira e suas raízes.

No início do mês de Agosto o quadro completou sua 50ª transformação e, para comemorar, o estúdio de Marcelo vai presentear um de seus seguidores do Twitter com produtos assinados por ele. O sorteio acontece somente no dia 14 de Setembro, então ainda há tempo de sobra pra participar. Leia mais detalhes sobre a promoção AQUI e confira abaixo alguns dos projetos realizados ao longo desses últimos anos.

Família Castro

Sem fornecimento de água encanada e com a estrutura condenada por rachaduras, infiltrações e goteiras, a casa da família Castro, em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, há tempos já não tinha condições de abrigar os cinco moradores confortavelmente. O terreno, no entanto, era privilegiado, de esquina e próximo a uma praça, além de ser amplo o suficiente para que a equipe do programa construísse também uma segunda residência para a filha que vai se casar em breve.

Família Lima

Paredes úmidas, móveis em mau estado e um quintal bem bagunçado eram apenas alguns dos problemas da família Lima, que vive em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Munido de muitas tintas coloridas e boas ideias, o designer construiu uma área externa com churrasqueira e pérgola e até mesmo uma piscina, usando um modelo de plástico que foi embutido em um deque de madeira.

Família Silva

No bairro Vila Ré, zona leste de São Paulo, a residência de um motoboy precisava de uma reforma para tornar a vida da família mais prática e agradável. Como na maioria de seus projetos, Rosenbaum usou toques de cor em diversos elementos da casa, como nos acessórios da sala de estar, nos móveis dos dormitórios e na área da churrasqueira, no piso superior. Esse cantinho foi idealizado para as reuniões com os amigos do morador, que enviaram a carta ao Caldeirão do Huck.

Família Rodrigues

Com uma renda mensal de R$ 200,00 e morando em uma construção de apenas um cômodo, as três mulheres da família Rodrigues sonhavam em ter uma casa bonita, com espaço para todas. Depois da reforma, as meninas ganharam seu próprio quarto e um cantinho para estudarem e praticarem música. Na parte da frente do imóvel foram criadas uma horta orgânica feita com garrafas PET e uma cozinha equipada para ajudá-las a vender doces e salgados e aumentar os lucros familiares.

Família Matos

A casa da família Matos foi uma das primeiras a ser transformada pelo designer e sua equipe. Usando cores e detalhes bem brasileiros, Rosenbaum trouxe mais vida para a residência em Taquara, no Rio de Janeiro, e integrou as áreas internas e externas com uma cozinha que mais parece um quintal e com plantas e estampas que trazem um visual tropical.

Família Batista

No projeto da residência da família Batista, em São José dos Campos, São Paulo, um dos maiores desafios foi encontrar espaço para todos os integrantes. Apesar do terreno amplo, a casa em si não era muito grande, e precisava abrigar muitos moradores, assim, uma das alternativas foi criar um grande dormitório com beliches que acomodam cinco dos filhos.

Anúncios

Parede de Pinheiros

Fundado em 2007 pela artista sueca Elisabeth Dunker, o estúdio Fine Little Day funciona como uma plataforma multidisciplinar de design e arte. Além de palestras, workshops e peças vintage, a marca também desenvolve produtos incríveis brincando com a intuição e explorando ilustrações e cores delicadas. Um dos achados mais interessantes é o papel de parede Gran, estampado com diversos pinheirinhos, trazendo um resultado lúdico, num clima meio natalino.

Descobri no blog Bright.Bazaar, que aliás é pura inspiração! Confiram…

Sexta Inspirada! Salas de Almoço

Menores e mais aconchegantes do que os ambientes de jantar, as salas de almoço são usadas com mais freqüência e por isso devem ser mais práticas, o que não significa que precisem ser menos atraentes ao olhar. Confira seis projetos que promovem a união em torno da mesa, mesmo nas refeições mais rápidas.

1. Na casa do decorador Montse Esteve em Barcelona, a sala de almoço fica dentro da cozinha e possui uma atmosfera intimista e rústica. Sobre a mesa de madeira com cadeiras de cores diferentes, dois pendentes de estilos distintos trazem ainda mais descontração. Vale ressaltar também o piso de ladrilhos hidráulicos e o teto abobadado de tijolinhos.

2. A convite da revista Minha Casa, o criativo designer Marcelo Rosenbaum, em parceria com sua sócia Adriana Benguela, idealizou um ambiente usando ideias econômicas e cores alegres. Para a área de refeições foram usadas cadeiras verdes e uma lanterna japonesa como pendente, mas o detalhe mais bacana é a parede feita de blocos de concreto pré-moldado e vidro, favorecendo uma iluminação natural abundante. O sistema se chama Winblok e é vendido pela marca Wincret.

3. No projeto de uma residência no bairro nobre de Upper East Side, em Nova York, o designer Philip Galanes criou uma sala de almoço clara e iluminada. O profissional optou por revestimentos brancos e móveis que são clássicos do design, como a mesa Tulipa, de Eero Saarinen, e as cadeiras Bertoia, de Harry Bertoia, acrescentando pitadas de charme com lanternas marroquinas e almofadas de estampa rosada.

4. Engajada em projetos DIY, a blogueira sueca Anna-Malin viu uma estampa bacana em uma revista e de repente já se inspirou para bolar uma obra de arte com papel e tecido para enfeitar a parede de sua sala de almoço. A cor cinza é a sua preferida e combinou direitinho com o fundo branco das paredes e móveis e com as cadeiras Tolix pretas.

5. Em uma casa em Toronto, no Canadá, os arquitetos do estúdio GH3 conceberam uma sala de refeições que fica logo em frente à cozinha, instalada em um desnível em relação ao piso do living. A parede de vidro que divide os ambientes recebeu uma estampa feita de adesivos casando com o efeito ‘rendado’ do pendente branco.

6. A marca de papel de parede Mr. Perswall, da Suécia, possui um diferencial: seus produtos podem ser personalizados com mensagens pessoais dos clientes. A missão da empresa é incorporar os valores e histórias de cada lar nos revestimentos. O espaço abaixo foi produzido para o catálogo da marca e reproduz uma sala de almoço convidativa.

Casa Estampada | Ferm Living

Quando reformou sua casa em 2005, a então designer gráfica, Trine Andersen, se deparou com um grande problema. Tudo o que ela queria era encontrar um modelo de papel de parede com motivos gráficos que fosse original e não muito caro. Não encontrou! Essa frustração de Trine acabou desencadeando uma grande mudança no rumo de sua carreira.

Com o objetivo de criar revestimentos, adesivos e outros produtos bacanas com ilustrações inovadoras, a designer dinamarquesa fundou a empresa Ferm Living, onde pôde dar asas à sua imaginação e conceber acessórios para casas moderninhas e descoladas. O sucesso foi imediato e hoje em dia a coleção vai muito além do papel de parede: almofadas, colchas, panos de prato, peças de cerâmica e vasos também exibem as estampas apaixonantes de Trine.

Veja também: Top 5 | Estampas no dormitório

Papel de parede infantil

Os papéis de parede já são velhos conhecidos dos dormitórios infantis, mas nem por isso suas estampas precisam ser monótonas e óbvias, como carrinhos e bichinhos. Com uma abordagem inovadora, a marca de roupas Room Seven desenvolveu modelos adoráveis para a mais recente coleção da empresa espanhola Coordonné, especialista no ramo de revestimentos de papel e tecido.

Produzidas com móveis antiguinhos e até meio acabados, as fotos de divulgação dos novos produtos são inspiradoras, e refletem a tendência que resgata as raízes e memórias afetivas do lar.

Top 5 | Estampas no dormitório

Conheça 5 maneiras de usar cores e estampas para transformar o ambiente onde renovamos as energias.

# 1 No cômodo reservado aos hóspedes do arquiteto Guilherme Torres, tecidos das marcas Missoni e Marimekko, trazidos de Londres, alegram o sofá-cama feito sob medida.

# 2 Reforçando o visual romântico da cabeceira trabalhada, almofadas com estampas florais e papel de parede ton-sur-ton tornam o espaço de dormir mais delicado.

# 3 No dormitório publicado na edição de Setembro da revista Living Etc, florais clássicos e abstratos contracenam com o edredom rosado e o travesseiro dégradé.

# 4 Ás vezes, um mix totalmente inesperado e eclético dá mais certo do que usar poucas cores e padronagens. Do tapete às almofadas, losangos, bordados, flores e até um abacaxi.

# 5 Pra quem tem medo de errar na mistura de tecidos, basta usar um só. Uma colcha bem colorida traz vida mesmo a um quarto totalmente branco.

Casa quentinha e aconchegante no outono-inverno

Nos dias frios do outono-inverno, é preciso quase que um ritual antes de sair de casa: primeiro a camiseta, seguida pela camisa, jaqueta, casaco, cachecol, meias, botas e luvas. Ufa! Você finalmente está pronto para enfrentar a friagem lá fora. Mas, e quando você está dentro de casa? Como espantar o frio dispensando as pesadas camadas de roupas? Se inspire com uma galeria de idéias simples e encantadoras, capazes de aquecer qualquer ambiente.

O frio nos convida a curtir a casa e a família. E, assim como nós, a casa também se veste para o inverno – às vezes, literalmente, como os bancos de madeira que ganharam adoráveis meinhas de tricô – e é nessa estação que mantas quentinhas e tapetes felpudos saem dos armários para esquentar as noites geladas. Também vale usar peles — falsas, é claro — e almofadas macias, que dão ainda mais vontade de ficar no sofá debaixo das cobertas.

E não é só porque estamos perto do inverno que é preciso abandonar totalmente as varandas e os jardins. Uma simples rede na sacada pode se tornar um cantinho aconchegante se estiver forrada de mantas gostosas e com comidinhas pra acompanhar, como chocolate quente e pipoca. Outra ótima idéia: quem não tem lareira portátil e não quer gastar comprando uma, pode jogar várias velas em um pote de vidro colorido e pronto! Além de aquecer, é um detalhe lindo e original.

Um chazinho também é uma ótima pedida para aquelas manhãs e tardes geladas de fim de semana. E à noite, um bom vinho compartilhado com os amigos, acompanhando uma sopa ou mesmo uma pizza.

A hora de dormir pode ser um dos momentos mais críticos do dia, e nada melhor do que deitar em uma cama acolhedora e bem confortável. O modelo azul abaixo se chama Flair de Luxe, e é um produto da marca Poltrona Frau. Vale destacar também o papel de parede que simula uma malha. Lindo!

Sou absolutamente fã dos móveis de tricô. Pequenos pufes arredondados, quadrados, ovais, com pés ou sem, enfim, de qualquer jeito eles são demais!

1 e 2. Pufes e colcha com estampas da ilustradora Donna Wilson // 3. Pendentes Granny, com cúpulas de tricô. Da marca Casamania.

4. Luminária FireKit, com formato de fogueira, da marca Skitsch, à venda na A Lot Of // 5. Luminárias Ponto, desenvolvidas pelo Studio Haz, à venda na A Lot Of // 6. Bandeja com fundo de tricô da Sala Design.

7. Mesa para área externa com pira embutida, uma criação das marcas austríacas Concreto e Viteo

%d blogueiros gostam disto: